metropoles.com

Viagens de ministro de Lula geram desconforto no Planalto

Com sete viagens pelo Brasil em um mês, ministro da Casa Civil, Rui Costa, gera desconforto entre aliados de Lula no Palácio do Planalto

atualizado

Compartilhar notícia

Vinícius Schmidt/Metrópoles
Ministro da Casa Civil Rui Costa concede coletiva sobre primeira impeachment - Metrópoles
1 de 1 Ministro da Casa Civil Rui Costa concede coletiva sobre primeira impeachment - Metrópoles - Foto: Vinícius Schmidt/Metrópoles

A agenda de viagens pelo Brasil do ministro da Casa Civil, Rui Costa, tem gerado desconforto entre aliados de Lula. No Palácio do Planalto, o movimento é visto como um indício de que ele tenta nacionalizar seu nome e se cacifar para disputar a Presidência da República. Isso, claro, num cenário no qual o atual presidente não queira concorrer à reeleição.

Em um mês, o ministro viajou sete vezes. Sendo duas para Alagoas, uma para o Espírito Santo, uma para o Rio Grande do Norte e três para a Bahia. As agendas tiveram propósitos diferentes. Foram de visitas a obras em já em curso, passando pela inauguração do Novo PAC nesses estados e pela expansão de uma fábrica de pneus de empresa privada.

As viagens em demasia, ponderam aliados de Lula, destoam da função de Rui Costa na Casa Civil. Como ministro da pasta mais “cerebral” do governo, argumentam, ele não deveria se ausentar de Brasília com tamanha frequência.

 

Compartilhar notícia

Quais assuntos você deseja receber?

sino

Parece que seu browser não está permitindo notificações. Siga os passos a baixo para habilitá-las:

1.

sino

Mais opções no Google Chrome

2.

sino

Configurações

3.

Configurações do site

4.

sino

Notificações

5.

sino

Os sites podem pedir para enviar notificações

metropoles.comPaulo Cappelli

Você quer ficar por dentro da coluna Paulo Cappelli e receber notificações em tempo real?

Notificações