metropoles.com

Roberto Jefferson detona Jair Bolsonaro

Do presídio, Roberto Jefferson não tem poupado Jair Bolsonaro de pesadas críticas pela postura que adotou após a derrota eleitoral para Lula

atualizado

Compartilhar notícia

Reprodução
Roberto Jefferson e Jair Bolsonaro
1 de 1 Roberto Jefferson e Jair Bolsonaro - Foto: Reprodução

Do presídio em Bangu 8, no Rio, Roberto Jefferson não tem poupado Jair Bolsonaro de pesadas críticas. A pessoas com quem tem convivido no cárcere, disse que o capitão pulou do barco em meio à tormenta. Uma referência ao fato de o então presidente ter deixado, sem orientação, manifestantes após a derrota para Lula.

Pelo raciocínio de Jefferson, prisões poderiam ter sido evitadas se Bolsonaro tivesse sido claro quanto às suas intenções. As críticas decorrem da postura dúbia adotada pela família Bolsonaro após o segundo turno. No começo de dezembro, Flávio afirmava que um golpe nunca havia sido cogitado. Já o então presidente declarava, na porta do Alvorada, que cabia aos manifestantes “decidir para onde iriam” as Forças Armadas“.

Essa mesma crítica a Bolsonaro foi feita, em tom mais suave, por Carla Zambelli em entrevista à Folha de S.Paulo.

Roberto Jefferson também tem detonado Bolsonaro pela viagem aos Estados Unidos após a derrota. Para o dirigente, o capitão não conseguirá se reerguer após tantos movimentos equivocados. E, pior, estaria rumo ao naufrágio.

5 imagens
Roberto Jefferson, Padre Kelmon e policial que negociou a rendição
Roberto Jefferson está preso desde outubro do ano passado
Roberto Jefferson está usando o uniforme da Seap
Roberto Jefferson, ex-aliado de Jair Bolsonaro
1 de 5

Reprodução
2 de 5

Roberto Jefferson, Padre Kelmon e policial que negociou a rendição

Reprodução
3 de 5

Roberto Jefferson está preso desde outubro do ano passado

Fábio Vieira/Metrópoles
4 de 5

Roberto Jefferson está usando o uniforme da Seap

Reprodução/O Globo/Seap RJ
5 de 5

Roberto Jefferson, ex-aliado de Jair Bolsonaro

Reprodução/Redes sociais

Para além de uma análise de cenário, Roberto Jefferson tem motivo de sobra para criticar Bolsonaro. Após o episódio no qual feriu policiais federais, o dirigente foi chamado de “bandido” pelo então presidente. Bolsonaro, por sua vez, ainda atribui sua derrota à repercussão desastrosa causada pela conduta do ex-aliado.

A postura de Jefferson em Bangu 8, aliás, contrasta com a adotada com policiais quando reagiu à prisão. Na cadeia, o dirigente tem se mostrado respeitoso e educado com agentes penitenciários.

 

 

Compartilhar notícia

Quais assuntos você deseja receber?

sino

Parece que seu browser não está permitindo notificações. Siga os passos a baixo para habilitá-las:

1.

sino

Mais opções no Google Chrome

2.

sino

Configurações

3.

Configurações do site

4.

sino

Notificações

5.

sino

Os sites podem pedir para enviar notificações

metropoles.comPaulo Cappelli

Você quer ficar por dentro da coluna Paulo Cappelli e receber notificações em tempo real?