Bastidores da televisão, notícias da sua novela preferida e entrevistas com os principais atores

Selton Mello teve que estudar sobre Dom Pedro II para Nos Tempos do Imperador

A próxima novela das seis vai mostrar um lado mais falho do ex-imperador: "Eu não me lembrava, da época da escola, de tantos detalhes

atualizado 31/07/2021 6:12

Dom Pedro II ( Selton Mello ) em nos tempos do imperadorJoão Miguel Júnior/rede globo/divulgação

Nos Tempos do Imperador, que estreia dia 9 de agosto, acompanha momentos importantes da vida do Imperador Dom Pedro II (Selton Melo) e a responsabilidade de interpretar essa figura tão central da história do nosso país coube a Selton Mello.

“Eu não me lembrava, da época da escola, de tantos detalhes da história do Dom Pedro II. Quando li alguns capítulos que o Vinícius (Coimbra, diretor artístico) me mandou, no começo, fiquei muito intrigado. Ele foi um personagem tão importante na história do Brasil e não foi tão retratado quanto Dom Pedro I. É um personagem que eu lia e ficava muito encafifado sobre o que ele estaria pensando ao dizer ou viver certas coisas. Li várias biografias e é muito interessante que essas obras não têm respostas para muitas coisas. A Thereza e o Alessandro seguiram também essa pegada de levantar mais perguntas do que respostas, o que eu acho muito interessante, pois cumpre o papel da arte, que é levar entretenimento e reflexão, favorecendo a imaginação do expectador e a curiosidade histórica”.

0

A novela Nos Tempos do Imperador é uma sequência da ideia de Novo Mundo.

“A diferença entre as duas histórias é que agora já temos um Brasil estabelecido desde a Independência, feita por Dom Pedro I. Agora, temos personagens de fato brasileiros, netos dos portugueses que vieram para cá. Falar de Dom Pedro II já era um desejo meu e do Alessandro. Nós escolhemos destacar na novela as coisas que ele fez, como a relação dele com o ensino, com a cultura, e o patrocínio à ciência. Esse olhar para projetar um novo Brasil. Apesar de ter cometido alguns erros e de não ter conseguido levar à totalidade seu plano de abolição, Dom Pedro II tem coisas importantíssimas. E todos os personagens ficcionais nascem do resultado desse momento, de como estava a economia, das dificuldades desses novos brasileiros…”, comenta a autora Thereza Falcão.

Apesar de a obra ressaltar as qualidade de Dom Pedro II, os autores afirmam que o público também verá um lado mais falho do Imperador. “Numa obra longa como uma novela, é muito mais fácil conseguir mostrar várias facetas de um mesmo personagem. Ao longo dos mais de 100 capítulos de Nos Tempos do Imperador, acho que conseguimos mostrar várias contradições de Dom Pedro II, inclusive optamos por  tratar de algo que não é a melhor parte da história dele, a Guerra do Paraguai. Para falarmos dessa guerra, tivemos que expor algumas contradições e algumas coisas não tão heroicas que ele foi obrigado a fazer. Apesar de estarmos fazendo uma ficção histórica, de não ser um documentário, tentamos nos manter fieis ao espírito do Dom Pedro II”, afirma Alessandro Marson.

Últimas notícias