Bastidores da televisão, notícias da sua novela preferida e entrevistas com os principais atores

De fracasso no teatro a sucesso no cinema: relembre carreira de Paulo Gustavo

O ator teve dificuldades no começo da carreira e emplacou sucessos ao viver sua mãe nos palcos e nas telonas

atualizado 04/05/2021 23:01

Dona Hermínia (Paulo Gustavo) em Minha Mãe é Uma Peça 2Reprodução

Empenhado em se tornar ator, Paulo Gustavo estudou na Casa de Artes de Laranjeiras, a CAL, em 2002. Foi lá que ele conheceu Fábio Porchat, com quem estreou a peça Infraturas em 2005, que foi um fracasso de público. O ator morreu, nesta terça (4/5), vítimas de complicações da Covid-19.

Convidado pela atriz Samantha Schmütz para fazer uma participação especial na peça O Surto, o ator apresentou ao público Dona Hermínia, a mulher inspirada em sua mãe. O esquete durou minutos e a plateia gostou tanto que Paulo decidiu investir em um monólogo com Dona Hermínia, logo após o fim da temporada de Infraturas.

0

Sem dinheiro para montar o espetáculo, o artista procurou a diretora do Teatro Candido Mendes, apresentou o projeto de Minha Mãe é Uma Peça e pediu uma oportunidade. Sem equipe, Paulo Gustavo ofereceu 2% de bilheteria para cada um que trabalhasse com ele.

Depois do sucesso, o ator ainda protagonizou Hiperativo e ganhou seu primeiro programa de humor no Multishow 220 volts. Logo em seguida, transformou o sucesso dos palcos em filme. A trilogia Minha Mãe é Uma Peça se tornou uma das mais bem-sucedidas do cinema nacional, e o último filme, lançado em dezembro de 2019, é o filme nacional mais visto nos cinemas.

Em junho de 2013, estreou na produção para TV o humorismo Vai Que Cola, que ganhou uma adaptação para o cinema em 2015. Em 2014 o ator esteve em um novo programa, o reality Paulo Gustavo na Estrada, também no Multishow.

Em 2017, deixou o Vai Que Cola e entrou no programa A Vila. No fim de 2020, ele protagonizou o especial 220 volts na Globo.

Últimas notícias