Tudo o que rola no universo dos famosos e da televisão, sob o olhar atento de Leo Dias e equipe.

Record barra policiais e advogados de Dayane na entrada de A Fazenda 13

Equipe da modelo quer investigar o suposto estupro sofrido por ela durante a madrugada deste sábado (25/9)

atualizado 25/09/2021 16:09

Dayane MelloReprodução

Os advogados de Dayane Mello e os policiais acionados para entrarem na sede de A Fazenda 13 foram barrados pela Record na tarde deste sábado (25/9). O motivo alegado pela equipe de Rodrigo Carelli é que essas pessoas não foram testadas e ofereciam risco de saúde aos participantes do reality show.

“Já que não podemos ter o contato direto com a participante, devido os protocolos do Covid-19, que vocês ao menos nos permita uma vídeo chamada monitorada com a participante Dayane Mello”, reclamou a equipe jurídica da modelo.

Entenda o caso

No quarto da sede de A Fazenda 13, durante a madrugada deste sábado (25/9), Dayane Mello, visivelmente bêbada, foi se deitar e Nego do Borel estava na cama. O cantor Mc Gui questionou se a modelo queria mesmo ficar ali e, em seguida, Tati Quebra Barraco e Solange Gomes falaram para o peão não tentar nada, pois a modelo estava sob efeito de álcool.

Os peões ainda orientaram Nego do Borel a deixar a cama. Mc Gui falou que ele deveria sair, pois, com a moça bêbada, ele seria acusado. O cantor, no entanto, permaneceu no local.

Erasmo Viana disse que não via problema, afinal, os dois estavam “solteiros” e acusou os colegas de “colocarem fogo na situação”.

Polícia na Record

A equipe jurídica de Dayane Mello foi até a sede de A Fazenda 13, em Itapecerica da Serra (SP), acompanhada de um grupo de policiais para entrar no local e buscar provas de que a modelo de fato sofreu uma violação física enquanto estava bêbada.

Até o momento, a Record disse que está investigando o caso e anunciará o desfecho de sua decisão na noite deste sábado, ao vivo, no reality show.

Últimas notícias