Tudo o que rola no universo dos famosos e da televisão, sob o olhar atento de Leo Dias e equipe.

Ouvimos Back To Be, o novo EP de Ludmilla. Saiba todos os detalhes!

O novo trabalho da Rainha da Favela será lançado nas principais plataformas digitais nesta quarta-feira (23/3), às 21h

atualizado 23/03/2022 20:44

A coluna LeoDias ouviu, em primeira mão, o novo EP de Ludmilla, Back To Be, que será lançado nesta quarta-feira (23/3) às 21h, resgatando as raízes do funk da cantora. Inspirado na época em que a artista assinava as suas letras como MC Beyoncé, o projeto é um grande acerto e conseguiu entregar o que pretendia: o melhor do batidão do funk do Rio de Janeiro e letras chicletes, que vão grudar na sua cabeça e que têm tudo para render muita dancinha no TikTok.

O EP da Rainha da Favela começa com Foi Comigo, que fala sobre o quanto Ludmilla é boa de cama. Sim, isso mesmo o que você ouviu. A cantora se gaba para uma ex ao dizer que tem certeza de que foi o melhor sexo da vida desta pessoa. Logo após vem Oh Bruna, que fala sobre a ida de Lud a um baile com uma tal de Bruna aí (quem será que é?) para “sarrar”. Aqui, a funkeira diz que só vai deixar olhar ou passar a mão quem ela permitir. Essa, com certeza, vai virar meme na web e render vários vídeos com coreografias nas redes sociais, de tão chiclete que é.

0

Ai Maria, a terceira faixa do EP, traz Ludmilla mais orgulhosa do que nunca ao falar sobre Maria, talvez mais uma ex-namorada da famosa. Na composição, a carioca afirma que o seu relacionamento com uma mulher virou assunto na quebrada, mas ela, claro, não estava nem aí para o falatório. Pelo contrário, Lud rebate com muito bom humor e deboche com os seguintes versos: “Ela sentava, ela quicava, ela fazia o que eu queria. Ai Maria”.

Down Down Down, quarta canção do Back to Be, de longe, é a melhor do projeto. Muito provável que esta seja a música de trabalho no novo EP. Aqui, Lud canta em inglês numa melodia produzida nos moldes de suas faixas pop, sem deixar o tradicional tambor do funk carioca de lado. Bom, digamos que esta talvez seja a única música não explícita deste projeto. Outro fato provável é que talvez emissoras de televisão não permitam que ela cante qualquer single além de Down Down, que tem tudo para nadar de braçada nos charts por conta disso.

Tudinho, quinta produção do disco, brinca com o funk melody e, mais uma vez, abusa do sample de Baby Relaxa Encosta na Vibe ao falar de sexo sem nenhuma vergonha. O legal de ouvir o Back to Be é poder constatar que a filha de dona Silvana continua sendo quem ela é, sem vergonha de onde veio e, principalmente, do funk que lhe consagrou no Rio de Janeiro e em todo o Brasil. Mas é claro que ela não deixaria de mostrar que teve uma enorme evolução vocal ao longo dos últimos anos. E que evolução! Vocês acham que em Vem Amor Bate e Não Para ela já tinha sido explícita? Preparem-se para esta faixa!

Na última do disco, Putari4, que terá o feat. do cantor Akon, que já gravou com Lady Gaga, Snoop Dog e 50Cent, a MC Beyoncé prova que conseguiu contribuir para que o funk fosse admirado fora do país e que está apenas começando. Vida longa a Ludmilla, MC Beyoncé ou DJ Ludbrisa. Vida longa à artista que ela é!

Para ficar por dentro de tudo sobre o universo dos famosos e do entretenimento siga @leodias no Instagram.

Agora também estamos no Telegram! Clique aqui e receba todas as notícias e conteúdos exclusivos em primeira mão.

 

Mais lidas
Últimas notícias