Tudo o que rola no universo dos famosos e da televisão, sob o olhar atento de Leo Dias e equipe.

Marcelo de Carvalho, da RedeTV!, critica base de audiência só pelo Ibope

Ele questionou o engajamento do público com o jornal Opinião no Ar, apresentado por Luís Ernesto Lacombe

atualizado 09/10/2020 15:52

marcelo de carvalhoDivulgação

Acionista e vice-presidente da RedeTV!, Marcelo de Carvalho questionou o engajamento do público com o jornal Opinião no Ar, apresentado por Luís Ernesto Lacombe. Para o executivo, a medição apurada pela Kantar Ibope tornou-se hoje apenas mais uma métrica, não sendo possível, portanto, adotá-la como base única para cálculo de audiência e descartar o alcance do digital, uma vez que o programa é também transmitido pelas redes sociais.

“Há muito a medição da audiência de programas unicamente através do Ibope deixou de ser representativa. A TV é uma das plataformas através das quais nosso conteúdo é distribuído. Nos Estados Unidos, por exemplo, os embates frequentes entre redes de televisão, programadores, e a Nielsen são um exemplo disso. Aqui, nosso ‘Opinião no Ar’, ancorado pelo Lacombe, por exemplo, chega a ter 1 milhão de visualizações diárias no Facebook, altíssimo engajamento e audiência qualificada. Por isso, em pleno século 21 quem argumenta em contrário ou demonstra desconhecimento ou pura má fé. Importantíssimo o mercado ter cada vez mais uma visão clara disso”, disse à coluna.

0

Desde a estreia no último dia 28, o Opinião no Ar tem gerado repercussão nas plataformas digitais. Lacombe e os comentaristas Amanda Klein e Silvio Navarro, além do próprio dono da emissora, estão sendo alvos de críticas na web em razão dos posicionamentos antagônicos, conservadores e progressistas, apresentados pelo trio de jornalistas na bancada durante os debates promovidos diariamente.

Nesta semana, Lacombe abriu o programa pedindo respeito às ideias opostas. “A gente tem um debate político, mas o debate político não pode ser uma praça de guerra. Isso é inaceitável”, disse. “A gente precisa aprender a lidar com a opinião contrária. Se você não respeita a opinião de alguém, você precisa respeitar o direito de essa pessoa ter opinião, mesmo que a opinião dela seja diferente da sua. Se você parte para o ódio ou para agressividade, isso vai demonstrar falta de equilíbrio”, destacou o apresentador.

Veja entrevista de Lacombe com Leo Dias

Mais lidas
Últimas notícias