Tudo o que rola no universo dos famosos e da televisão, sob o olhar atento de Leo Dias e equipe.

Mahmoud move ação contra o Facebook e cita Tatá Werneck no processo

O ex-No Limite 5 afirma ser vítima de perseguição nas plataformas, e abriu um processo na Justiça contra o Instagram

atualizado 18/09/2021 18:15

MahmoudReprodução

O ex-BBB18 e ex-No Limite 5 Mahmoud Baydoun está processando o Facebook por restringir as suas publicações no Instagram. O sexólogo afirma ser vítima de uma perseguição política e homofóbica nas plataformas.

Mahmoud, sexólogo de formação, utiliza desde o ano de 2018 a plataforma Instagram para divulgar conteúdos sobre sexualidade. Entretanto, nos últimos meses vem sofrendo diversos ataques e denúncias que culminaram na derrubada constante de posts e stories dele.

Além de ter publicações removidas, a conta de Mahmoud já foi excluída algumas vezes também. Segundo o famoso, tudo começou após ele criticar o presidente da república Jair Messias Bolsonaro.

No processo, os advogados do ex-BBB citam até mesmo a atriz e apresentadora Tatá Werneck, que segundo a defesa, vive escrevendo a palavra “puta” nas redes sociais mas não sofre as devidas consequências.

Procurado pela coluna, o escritório que defende o sexólogo no processo emitiu a seguinte nota:

“Considerando a aleatoriedade de justificativas com que os posts/stories são derrubados, bem como pelo fato de que não há constância quanto à possibilidade de pedir a reanálise acerca da referida derrubada, ingressamos com uma ação de obrigação de fazer em face do Facebook – dono do Instagram – cujo único objetivo é que o autor possa usufruir da plataforma, sua principal ferramenta de trabalho, e que portanto o Réu se abstenha de efetuar novas desativações de usuário, sem prévia notificação e oportunização de defesa e readequação de eventual conteúdo violador dos termos de uso”.

Últimas notícias