Tudo o que rola no universo dos famosos e da televisão, sob o olhar atento de Leo Dias e equipe.

Gusttavo Lima, Marília Mendonça e outros: conheça o produtor preferido do sertanejo

"A música que passa a verdade de quem viveu ou está vivendo aquele momento cantado vai dar super certo", diz Eduardo Pepato

atualizado 03/02/2021 18:55

reprodução/ instagram

Um dos maiores nomes do universo sertanejo é o de Eduardo Pepato. O produtor é responsável por álbuns de artistas como Henrique & Juliano, Gusttavo Lima, Maiara & Maraisa, Marilia Mendonça e Bruno & Marrone, entre outros. Nascido em Marialva (PR), Pepato hoje é disputado pelos mais badalados cantores e cantoras de sertanejo do Brasil.

“Um bom repertório é sempre o meu maior objetivo. Acho que o meu grande acerto sempre foi ouvir e entender a proposta de cada artista, enxergar cada um deles individualmente. Mas não posso negar que Henrique & Juliano e Marília Mendonça se destacam. Os meninos porque estamos juntos desde o primeiro DVD em 2012, trocamos muitas ideias para chegar no resultado final. Quando os conheci, era nítido que seriam sucesso”, contou ele.

Já a Marília Mendonça entendo como o maior desafio, tudo era contrário naquele momento. O mercado não tinha mulheres no sucesso, não existia aquela linguagem musical e ela não tinha o perfil físico padrão de modelo, que a grande maioria achava ser necessário para o sucesso de uma cantora. Ela quebrou todas essas barreiras e se tornou quem é hoje. Todos eles têm muita personalidade e, para alguns, deve atrapalhar. No meu caso, penso diferente porque, como já falei, gosto de ouvir e respeitar a individualidade de cada um”, disse Eduardo à coluna.

0

Tudo o que o paranaense produz vira ouro. Ele é o nome por trás de Amar Não é Pecado, de Luan Santana, Balada Boa, de Gusttavo Lima, e Camaro Amarelo, de Munhoz & Mariano, só para você ter ideia. Pepato frisa que toda e qualquer arte que relata a realidade do cotidiano sai na frente do quesito “fazer sucesso”.

“Na minha visão, o Brasil tem uma riqueza musical incrível e bastante diversidade. Não é fácil agradar a todos. Talvez,  pela quantidade de músicas lançadas todos os dias, é mais difícil passar por essa peneira. Percebo que tudo baseado em fatos reais, vai ser sucesso. Ou seja, aquela música que passa a verdade de quem viveu ou está vivendo aquele momento cantado vai dar super certo. Por isso, as músicas mais superficiais podem até se tornarem hit, mas será momentâneo. Não vai eternizar e, muito menos, manter uma carreira de sucesso”, pontuou o produtor.

Pepato, que produz apenas faixas sertanejas, resolveu criar um estúdio próprio para poder ajudar no desenvolvimento da carreira musical de artistas brasileiros. O Studio NaHouse cuida da produção, mixagem e masterização com a assinatura e supervisão dele.

A produção de Troca de Calçada, com Marília Mendonça 

Recentemente, Eduardo e Marília estiveram em estúdio para a gravação de Troca de Calçada, música que surpreendeu pelo tema abordado: a vida de uma garota de programa que abre mão do amor verdadeiro pelo dinheiro.

“Não tenho certeza se a Marília conversou com alguma prostituta, mas acho que não conversou. Se não me engano, foi finalizada no avião, em uma das viagens dela para shows. A Marília é um ser humano muito iluminado e com muita sensibilidade sobre tudo que faz. Algumas frases da música se encaixam com vários tipos de situações. Por exemplo: ‘Viveu tanto desprezo que até Deus duvida’ ou ‘não estava nos planos ser vergonha pra família, cada um que passou levou um pouco da sua vida’ e ‘mas se soubesse um terço da história me abraçava e não me apedrejava’, diz respeito a muitos casos. Acredito que a música passa essa mensagem de que não devemos julgar ninguém e amar o próximo sempre”, contou.

“A Marília me apresentou essa composição no ano de 2018, antes de começarmos a gravar o projeto Todos os Cantos. Me apaixonei pela música de primeira, mas naquele momento não conseguimos encaixar no  repertório. Aí veio a pandemia e fui até Goiânia me encontrar com ela pra conversarmos sobre algo novo . Ela teve a ideia de fazer uma Live na House. A House é meu estúdio em São Paulo, onde gravamos o primeiro DVD da Marília. A ideia era relembrar tudo do início da carreira dela”, disse.

“Composições, influências músicas daquele ano e tudo que era relacionado ao anonimato dela. Foi aí que começamos a ouvir as composições do celular dela. Tem repertório pra mais uns 10 anos (risos). Nesse momento, Troca de Calçada foi relembrada. Quanto a parte musical, queríamos que ela tivesse um impacto desde o início, por isso uma introdução pesada com solo de guitarra.”, completou Pepato.

Ainda segundo ele, o maior orgulho de sua carreira é a certeza que suas produções embalaram várias histórias e construíram vínculos de amizade e cumplicidade com pessoas que sempre farão parte da vida dele. Quando questionado sobre o valor que é preciso desembolsar para se ter a produção de um mestre como ele, Pepato fez mistério. “Não uso a palavra custo, sempre uso investimento e, posso garantir que é um valor honesto, como é minha dedicação por cada projeto”, revelou.

 

Últimas notícias