Tudo o que rola no universo dos famosos e da televisão, sob o olhar atento de Leo Dias e equipe.

Especialista explica o que aconteceu com tornozelo de Neymar

Jogador deixou a partida do Brasil, nesta quinta-feira (24/11), após fortes dores

atualizado 24/11/2022 18:43

Foto de Neymar com dores em campo Reprodução

A estreia do Brasil na Copa do Mundo do Qatar não terminou de forma tão positiva para Neymar. O atacante deixou o campo lesionado. Com fortes dores no tornozelo, ele foi substituído, apareceu no banco cobrindo o rosto com a camisa e depois foi visto mancando. Além disso, imagens que viralizaram impressionam pelo estado do pé do jogador, bastante inchado. A coluna LeoDias procurou especialistas para entender o que aconteceu e quais os possíveis impactos, se há possibilidade de Neymar não conseguir se recuperar a tempo das próximas partidas ou até mesmo ficar fora da Copa.

Nossa reportagem conversou com o Dr. Stefano Monteiro, que citou problemas anteriores de Neymar como agravantes. “Ele quebrou duas vezes a base do quinto metatarso, à direita, em 2019 e 2018. Em 2021, ele teve uma torção no tornozelo esquerdo, que não tem relação, mas é comum em futebol. Hoje, ele saiu com gelo na região do tornozelo direito, mas pode ser também perto da base do metatarso”, disse o médico, especialista em Ortopedia e Traumatologia pela Santa Casa de Misericórdia de São Paulo, com subespecialização de cirurgia do joelho pela Santa Casa de Misericórdia de São Paulo.

Neymar:

Publicidade do parceiro Metrópoles 1
Publicidade do parceiro Metrópoles 2
0

“Neymar já teve uma fratura da base do quinto metatarso do pé direito, na região lateral, então isso pode ter sido, sim, ou uma fratura, até por estresse, uma tendinite, ou uma torção do tornozelo, rompido algum tipo de ligamento, tibiotalares ou tibiofibulares”, seguiu o especialista. 

Monteiro explicou que a depender do que aconteceu, Neymar pode, sim, ficar fora das próximas partidas e até mesmo da Copa. Em uma situação mais amena, a recuperação pode ser de duas semanas, com possibilidade de ser acelerada. “Se ele tiver apresentado uma fratura, com certeza não vai jogar o próximo jogo e há grandes chances de não jogar até o final da Copa, caso seja uma fratura no quinto metatarso. Já um torce, caso seja um torce leve, grau um, geralmente são duas semanas de recuperação, sem jogar,  mas como ele é muito importante para a Copa, talvez forcem para voltar antes”, explicou o Dr. Stefano Monteiro, que é membro da SBOT (Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia).

Fique por dentro!

Para ficar por dentro de tudo sobre o universo dos famosos e do entretenimento siga @leodias no Instagram.

Agora também estamos no Telegram! Clique aqui e receba todas as notícias e conteúdos exclusivos em primeira mão.

Mais lidas
Últimas notícias