Tudo o que rola no universo dos famosos e da televisão, sob o olhar atento de Leo Dias e equipe.

Entenda multas que Luva de Pedreiro pode ter que pagar a Allan Jesus

Influenciador terá que pagar valores altíssimos caso descumpra liminar, mesmo sem receber quase nada durante seu trabalho com Allan Jesus

atualizado 05/07/2022 12:32

O frame colorido mostra o influenciador Luva de Pedreiro vestindo uma camisa de futebol branca, do time PSG, ajoelhado em um campo de futebolReprodução/Instagram

Quem se preparava para assistir a duas entrevistas, na Globo e Record, sobre o caso do Luva de Pedreiro, se surpreendeu ao saber que uma liminar da Justiça impedia ambas as emissoras de divulgarem qualquer detalhe sobre a relação do influenciador com Iran Santana Alves.

Na segunda-feira (4/7), esta coluna teve acesso à decisão judicial, que contém outras determinações ao influenciador, passíveis de multas altíssimas, caso sejam descumpridas. Entenda cada uma delas. 

Proibido de falar sobre Allan Jesus

Iran está proibido de falar sobre seu ex-empresário, Allan Jesus, ou ao menos comente sobre algum assunto relacionado a ele, o influenciador será obrigado, por decisão judicial, a pagar R$ 200 mil. Em caso de repetição, o valor total da multa não poderá passar de R$ 2 milhões. 

0

Agenda do Luva de Pedreiro

Segundo a liminar, Luva terá que cumprir com todos os contratos que foram assinados com Allan até 24 de junho. Não se sabe ainda quais são os compromissos, mas, assim que finalizados, as duas partes não terão mais nenhuma relação.

Se Iran não cumprir com sua agenda, pagará uma multa diária de R$ 10 mil. Neste caso, o valor máximo de cada multa corresponde ao valor total de cada contrato que porventura seja descumprido. 

30% do faturamento

A juíza Maria Cristina de Brito Lima, da 2ª Vara Empresarial do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, que concedeu a liminar, estipulou que Luva deve repassar 30% dos novos contratos assinados, sob gestão dos novos empresários, à Allan Jesus, mesmo que ele não represente mais o dono do bordão “Receba!”. 

O pagamento deverá ser feito todo 5° dia útil dos próximos meses, até chegar ao montante de R$ 5,2 milhões, valor correspondente à rescisão de contrato entre Allan e Luva. 

À coluna, um dos novos empresários de Iran, o ex-jogador de Futsal, Falcão, disse que Allan não receberá nenhum valor de contratos que ele não participou. “Ele tem os direitos sobre os contratos fechados. Até acho justo, direito dele, desde que o menino também receba o que é de direito dele. Mas, como eu falei, sobre o direito das operações feitas. Daqui pra frente, as operações já não serão mais dele, automaticamente ele passa a não ter direitos”, comentou em áudio. 

Fique por dentro!

Para ficar por dentro de tudo sobre o universo dos famosos e do entretenimento siga @leodias no Instagram.

Agora também estamos no Telegram! Clique aqui e receba todas as notícias e conteúdos exclusivos em primeira mão.

Mais lidas
Últimas notícias