Tudo o que rola no universo dos famosos e da televisão, sob o olhar atento de Leo Dias e equipe.

Caso Ricky Martin: ex que pediu medida protetiva era amante. Entenda

Popstar porto-riquenho é acusado de perseguir o ex mesmo estando casado com artista plástico Jwan Yosef

atualizado 03/07/2022 15:04

Ricky Martín (Reprodução: Instagram)Ricky Martín (Reprodução: Instagram)

Assunto principal nos tabloides internacionais neste domingo (3/7), o caso de violência doméstica envolvendo Ricky Martin, expoente da música latina no mundo todo, acaba de ganhar uma nova página: a equipe jurídica do cantor contesta todas as informações divulgadas pela polícia de Porto Rico sobre uma ordem de proteção emitida contra o cantor por uma pessoa que se mantém em anonimato, protegida pela lei, mas tratada como amante dele ao longo de sete meses.

“As alegações contra Ricky Martin, que levam a uma ordem de proteção, são completamente falsas”, afirma a Perfect Partners, empresa de relações públicas do artista, que em 2010 tornou pública sua homossexualidade. Segundo apuração do portal El Vocero, Ricky Martin e o agora ex-amante estão separados há dois meses, mas ele não aceitou o fim da relação e passou a persegui-lo nos últimos tempos.

0

No documento, a pessoa em questão alega que o artista, hoje com 50 anos, telefona com frequência para seu número de celular e até foi visto em torno de sua residência, em pelo menos três ocasiões.

Ricky é casado desde 2017 com artista plástico sírio Jwan Yosef. Eles são pais de Lucía, Renn e dos gêmeos Matteo e Valentino, gerados por meio de barriga de aluguel. A relação do casal, segundo informações apuradas pelos veículos locais, não era aberta, o que vem a piorar a situação do popstar se o caso for confirmado.

Fique por dentro!

Para ficar por dentro de tudo sobre o universo dos famosos e do entretenimento siga @leodias no Instagram.

Agora também estamos no Telegram! Clique aqui e receba todas as notícias e conteúdos exclusivos em primeira mão.

Já leu todas as notas e reportagens da coluna hoje? Clique aqui.

Mais lidas
Últimas notícias