Tudo o que rola no universo dos famosos e da televisão, sob o olhar atento de Leo Dias e equipe.

BBB22: produção proíbe Natália de beber álcool

Aviso apareceu algumas vezes durante a festa, a fim de impedir que a sister bebesse mais

atualizado 17/03/2022 15:28

Imagem colorida mostra o momento em que a produção do BBB22 emite, através de uma tv da casa, uma ordem para Natália Deodato: ela está proibida de beber Reprodução/Globo

Uma confusão se instaurou na casa mais vigiada do Brasil na madrugada desta quinta-feira (17/3) e Natália Deodato, uma das envolvidas, já está tendo algumas consequência. Durante a festa do líder Lucas, no BBB22, a sister recebeu um aviso da produção, pelo telão, dizendo que ela estava proibida de consumir álcool.

A ordem direta de quem manda no programa dizia claramente: “Natália – proibido beber álcool”. A decisão da produção provavelmente se deu por perceberem que a sister já havia ingerido uma grande quantidade de bebida até o momento do aviso.

Publicidade do parceiro Metrópoles 1
Publicidade do parceiro Metrópoles 2
Publicidade do parceiro Metrópoles 3
Publicidade do parceiro Metrópoles 4
Publicidade do parceiro Metrópoles 5
0

Ainda no começo da festa, ela foi amparada pelos amigos por já ter consumido uma certa quantidade de alcóolicos e, momentos mais tarde, discutiu com Lina e Jessi no quarto Grunge. A mineira se alterou, bateu e chutou alguns móveis da casa, e depois foi ajudada novamente, para se acalmar.

Não é muito comum que um participante seja chamado atenção desta forma, mas no BBB20, Flay e Gizelly Bicalho tiveram a indicação de não beber e de beber menos, respectivamente. Além disso, segundo comentários no Twitter de Gizelly e do também ex-BBB20, Victor Hugo, a produção da época disse, certa vez, que iria cortar a bebida pois os participantes estavam passando dos limites.

Para ficar por dentro de tudo sobre o universo dos famosos e do entretenimento siga @leodias no Instagram.

Agora também estamos no Telegram! Clique aqui e receba todas as notícias e conteúdos exclusivos em primeira mão.

Mais lidas
Últimas notícias