Tudo o que rola no universo dos famosos e da televisão, sob o olhar atento de Leo Dias e equipe.

Após críticas a prêmio, Multishow emite nota “protocolar”. Leia!

Em comunicado, canal reforça desafio de representar a diversidade da música brasileira na premiação, mas culpa tempo por falhar na missão

atualizado 09/12/2021 22:30

Prêmio Multishow 2021Divulgação/ Multishow

Criticado por artistas e pelo público ao longo de toda esta quinta-feira (9/12), depois da 28ª edição do Prêmio Multishow, o canal do Grupo Globo foi procurado pela coluna LeoDias para se manifestar a respeito da repercussão do evento. Nas redes — e aqui, neste espaço — a premiação foi acusada de estar completamente desconectada daquilo que realmente faz sucesso pelo Brasil hoje em dia. No comunicado, sem reconhecer as falhas, o canal foi protocolar e se comprometeu a seguir em busca do desafio de representar a diversidade musical do país: “Sabemos o desafio que é alcançar a representatividade ideal de todos os gêneros e continuaremos trabalhando no que for necessário para isso”.

Em outro trecho, o Multishow reforçou o desejo de mostrar novos talentos e celebrar os grandes nomes da música: “O prêmio sempre teve como propósito dar espaço a novos nomes, assim como celebrar os grandes talentos do momento e os ícones da nossa música”. Quem viu a premiação, no entanto, ficou com a clara percepção de que o canal não conseguiu nem uma coisa, nem outra: muitos novos nomes deixaram o evento sem reconhecimento, enquanto artistas consagrados sequer foram lembrados. Uma falha grave, que já se anunciava desde a revelação dos indicados deste ano.

Publicidade do parceiro Metrópoles
0

Mais adiante, a nota enviada pelo canal tenta culpar o tempo disponível para a transmissão do evento pela desconexão com o gosto popular: “Mesmo tendo a limitação de tempo de exibição, a cerimônia do Prêmio Multishow mostrou ao público performances diversas, levando ao ar apresentações dedicadas ao rap, funk, pop, forró, MPB, sertanejo, rock, samba, entre outros. Seguimos aqui atentos e abertos para dar espaço ao nosso plural e amplo cenário da música brasileira”. A coluna, respeitosamente, lembra ao Multishow que, ao longo das 27 edições anteriores, o tempo não era tão maior que o utilizado neste ano. Maior, no entanto, era a ligação do canal com o que de fato estava bombando no gosto do povo que consome música neste país.

Prêmio despertou onda de críticas e artistas não se calaram

O Prêmio Multishow dividiu opiniões nas redes sociais desde a noite de quarta-feira (8/12). Muita gente apontou que a premiação perdeu a essência. Diferentes pessoas, ligadas aos mais distintos ritmos musicais populares deste país também manifestaram um certo desconforto com o que se viu na premiação. Entre eles, o empresário Wander Oliveira, da Work Show, que cuida da carreira de vários nomes do sertanejo, entre eles Henrique e Juliano, Tierry, Maiara e Maraisa, Henrique Castro, entre outros. “Tenho a mesma opinião”, escreveu. A pergunta que este colunista mais ouviu foi: “O que aconteceu com o Prêmio Multishow?”.

No dia seguinte à premiação, artistas como Gloria Groove, Zé Felipe e Filipe Ret se manifestaram e fizeram coro às críticas que já ganhavam espaço nas redes sociais. Para a cantora, premiações dadas pelo “sistema” precisam ter sua importância relativizada. “O real valor das coisas não está naquilo que o sistema impõe, e sim na confiança de que sua arte é tão plural que pode sim cativar o público e quebrar qualquer imposição (…) Sonho mesmo é com o dia que vou segurar o meu próprio prêmio nas mãos, sendo ele o fruto da minha própria dedicação”, afirmou a artista.

Zé Felipe se manifestou nos Stories da mulher, Virgínia Fonseca, uma das maiores influencers do país. “Está bravo?”, perguntou Virgínia. “Quero mandar um alô para o Prêmio Multishow: emplacamos uma música atrás da outra e nem para chamar o Zé para cantar pelo menos uma música (…) Umas músicas que eu nunca ouvi na vida ganharam”, desabafou o artista. “Para de desfazer os outros”, advertiu Virgínia. “Não, sou é verdadeiro”, rebateu Zé Felipe.

Filipe Ret foi mais um a engrossar a lista dos descontentes. O rapper carioca também criticou o Prêmio Multishow nos Stories e lembrou uma lista de artistas que não foram citados e/ou indicados. “Com todo o respeito aos artistas que estão participando, mas não existe uma premiação musical brasileira honesta sem uma parcela considerável de rappers/trappers. Quem perde esses artistas autênticos são vocês”, ressaltou.

Leia a íntegra do comunicado enviado à coluna pelo Multishow:

“O prêmio sempre teve como propósito dar espaço a novos nomes, assim como celebrar os grandes talentos do momento e os ícones da nossa música. Sabemos o desafio que é alcançar a representatividade ideal de todos os gêneros e continuaremos trabalhando no que for necessário para isso, essa é a nossa missão como marca através do entretenimento. Mesmo tendo a limitação de tempo de exibição, na noite de ontem a cerimônia do Prêmio Multishow mostrou ao público performances diversas, levando ao ar apresentações dedicadas ao rap, funk, pop, forró, MPB, sertanejo, rock, samba, entre outros. Seguimos aqui atentos e abertos para dar espaço ao nosso plural e amplo cenário da música brasileira”.

Para ficar por dentro de tudo sobre o universo dos famosos e do entretenimento, siga @leodias no Instagram.

Agora também estamos no Telegram! Clique aqui e receba todas as notícias e conteúdos exclusivos em primeira mão.

Mais lidas
Últimas notícias