Os bastidores das notícias, e os principais personagens, que movimentam a política do Distrito Federal

Ibaneis inaugura hospital de campanha do autódromo: “Liberar leitos”

Com a nova unidade em funcionamento, o governador chega a dois hospitais de campanha entregues em uma semana no DF

atualizado 14/05/2021 12:36

Entrega do hospital de campanha no autódromo de BrasíliaGustavo Alcântara/Metrópoles

O governador Ibaneis Rocha (MDB) inaugurou, nesta sexta-feira (14/5), o Hospital de Campanha do Autódromo Internacional Nelson Piquet, na área central de Brasília. É a segunda unidade temporária para tratamento contra Covid-19 entregue em uma semana.

Veja imagens da inauguração:

0

A unidade conta com 100 leitos de unidade de cuidado intermediário (UCI) como retaguarda para casos considerados graves da doença. “Precisamos remover esses pacientes que estão nos hospitais para liberar leitos para a realização de cirurgias. Hoje, temos mais de 2,5 mil pessoas esperando por esses procedimentos”, afirmou Ibaneis.

“Temos a estimativa de 50 mil cirurgias a serem realizadas, de todos os tipos. Vamos chegar a um ponto que vamos ter uma quantidade de leito que suporte todo o atendimento do Distrito Federal”, acrescentou o governador.

Segundo Ibaneis, a previsão é que a unidade comece a funcionar até a próxima segunda-feira: “Estão acabando aqui. Tiveram um problema na montagem do tomógrafo, que deve ficar pronto hoje à tarde ainda. Estão fazendo a instalação e, aí, se tudo certo, (os pacientes) passam a vim a partir de amanhã (15/5). Se precisar de mais um tempo, a partir de segunda-feira, com certeza.”

O governador também afirmou que espera inaugurar no próximo dia 28 o hospital acoplado de Samambaia. “A Secretaria de Saúde está pedindo uma semana a mais, mas vamos ver se conseguimos até lá”, explicou.

Outras unidades

Na manhã de 7 de maio, o chefe do Palácio do Buriti inauguraou o Hospital de Campanha do Gama, uma das três unidades temporárias do Distrito Federal destinadas ao enfrentamento à pandemia da Covid-19. O espaço também conta com 100 leitos de UCI.

Esse hospital, já em funcionamento, conta com equipamentos e profissionais para tratar pacientes com Covid-19. A ideia do GDF é transferir pessoas internadas e diagnosticadas com coronavírus para a unidade de campanha. Assim, é possível liberar leitos para que sejam retomadas as cirurgias eletivas na capital.

De acordo com a direção da Mediall Brasil, empresa que vai gerir as unidades, o serviço contratado pelo Governo do Distrito Federal (GDF) inclui a gestão e operação completa dos três hospitais.

Isso envolve fornecimento de insumos e demais despesas com gases medicinais (incluindo oxigênio), medicamentos, kit de intubação, fornecimento de alimentação enteral e parenteral aos pacientes, serviço de transporte por ambulância, suporte para diálise, entre outros. Além do fornecimento de equipamentos totais da unidade, como ventiladores, camas, monitores, bombas de infusão e os serviços de limpeza e vigilância.

Últimas notícias