Por Ilca Maria Estevão, Rebeca Ligabue, Hebert Madeira e Sabrina Pessoa

SPFW 25 anos: saiba as principais novidades do 1º dia de apresentações

Abertura da programação, nessa quarta-feira (4/11), reuniu marcas estreantes, retorno de Isabela Capeto ao lineup e outras novidades

atualizado 05/11/2020 15:56

Desfile Isabela CapetoLaura Chaves/Isabela Capeto/Divulgação

A primeira edição 100% digital do São Paulo Fashion Week, que comemora os 25 anos do evento, deu a largada nessa quarta-feira (4/11). Desta vez, Fernanda Yamamoto abriu a programação da edição. Ausente há algumas temporadas, Isabela Capeto retornou ao lineup, assim como Lenny Niemeyer, que só desfila uma vez ao ano. Entre as estreias, o primeiro dia teve a Irrita, marca de Rita Comparato, e a ÀLG, uma “irmã mais nova” da À La Garçonne. Enquanto isso, Victor Hugo Mattos exibiu uma coleção pela primeira vez no lineup oficial, fora do Projeto Estufa.

Vem comigo!

Giphy/Divulgação das marcas

Fernanda Yamamoto

Palíndromos, palavras que podem ser lidas de trás para a frente mantendo o mesmo sentido, dão forma à coleção Mãos Soam, de Fernanda Yamamoto. As palavras e expressões escolhidas pela marca falam sobre a própria criação da coleção, além de estamparem as peças. As artes da estamparia, feita com carimbos esculpidos em madeira, foram criadas em colaboração com Clarisse Romeiro, do Veredas Atelier. Os carimbos são uma contribuição grupo Ybyatã, em parceria com o instituto Ecotece.

Blusas e vestidos com shape de quimono aparecem estampados com jogos de palavras como “reverbera” ou “até breve”. Echarpes e lenços quadrados também levam as estampas artesanais.

Para apresentar as novas peças, que já estão à venda, a estilista exibiu o vídeo Somos, dirigido por Ítalo Massaru e conduzido por vozes do Coral Jovem do Estado de São Paulo. A composição musical é de Marília Vargas. “Cada um gravou da sua casa, com muita criação e improviso. Deram potência a essas vozes maravilhosas”, contou Yamamoto em bate-papo ao vivo com Paulo Borges, diretor criativo do evento.

SPFW 25 Anos - Fernanda Yamamoto
Blusa da coleção Mãos Soam, de Fernanda Yamamoto. A estilista abriu a programação do SPFW 25 Anos

 

SPFW 25 Anos - Fernanda Yamamoto
Vestido com shape de quimono e o jogo de palavras: “o breve”

 

SPFW 25 Anos - Fernanda Yamamoto
As estampas foram feitas com carimbos de madeira, confeccionados pelo grupo Ybyatã, em parceria com o instituto Ecotece

 

SPFW 25 Anos - Fernanda Yamamoto
Lenço quadrado da coleção

 

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por São Paulo Fashion Week (@spfw) em

 

Victor Hugo Mattos

Em sua estreia no lineup oficial do SPFW, depois de algumas temporadas participando pelo Projeto Estufa, Victor Hugo Mattos aprofunda seu trabalho com as técnicas manuais: bordados, crochê, macramê e tricô. O novo compilado, batizado de Cálida, é uma ode ao Sol. A coleção traz vestidos, conjuntos e cabeças decorados com contas, conchas, madeira e cristais. Algumas peças são feitas do zero, outras têm um pé no upcycling.

A inspiração surgiu quando Victor Hugo viajou para a Bahia, em abril, onde ficou por vários meses desenvolvendo a coleção. Lá, deu início à pesquisa e começou a refletir sobre a força curativa do Sol. O fashion film, batizado com o mesmo nome da coleção, faz alusão à volta completa do caloroso astro, com todas as suas fases e também as incertezas.

Paulo Mendel dirigiu o filme, que tem trilha sonora de Alexandre Otrovsky e um poema recitado pela cantora Letrux. Renata Correa cuidou do styling e Angélica Moraes, da beleza. “Voltando na nossa multilinguagem, nesse desejo, quisemos incluir no vídeo a inserção desses materiais que eu mesmo captei durante esses meses que passei lá na Bahia”, compartilhou o estilista.

SPFW 25 Anos - Victor Hugo Mattos
Cabeça da coleção Cálida, de Victor Hugo Mattos

 

SPFW 25 Anos - Victor Hugo Mattos
Bordados ricos e técnicas manuais dão tom à coleção

 

SPFW 25 Anos - Victor Hugo Mattos
Entre os detalhes, há materiais como conchas, madeira e cristais

 

SPFW 25 Anos - Victor Hugo Mattos
Detalhes dos bastidores do fashion film

 

SPFW 25 Anos - Victor Hugo Mattos
Esta coleção marca a estreia de Victor Hugo no lineup oficial do SPFW, depois de se apresentar pelo Projeto Estufa

 

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por São Paulo Fashion Week (@spfw) em

 

Irrita

Rita Comparato retornou ao São Paulo Fashion Week com a Irrita, etiqueta lançada em 2017. No vídeo da coleção, as modelos arriscam vários passos como se estivessem isoladas em suas próprias casas, ao mesmo tempo em que interagem com as roupas. As estampas, detalhes mais marcantes da grife, são abstratas e têm linhas marcantes. Aparecem em cores como vermelho, marrom, verde-militar, azul, bege, lilás e laranja.

A própria Rita dirigiu o desfile performático, com coreografia de Clarice Lima e styling de Dudu Bertholini. Segundo a marca, a dança reverencia “o papel das roupas como um objeto de mediação entre os nossos corpos – o meu corpo e o corpo do outro”.

Na live após a apresentação do vídeo, a designer comentou sobre a oportunidade de poder usar todo seu potencial criativo na label. “Esse DNA autoral de fazer uma modelagem e uma estampa que eu acredito fica difícil quando você está em outras empresas”, observou. A coleção inclui pantalonas, vestidos que lembram uma pegada oriental, camisas amplas e calças.

SPFW 25 Anos - Irrita
Abstração e linhas marcantes neste vestido com um quê de oriental da marca Irrita

 

SPFW 25 Anos - Irrita
A dança é o tema central do fashion film apresentado pela label de Rita Comparato e Lia Camargo

 

SPFW 25 Anos - Irrita
As cores mais abertas contrastam com o verde-militar

 

SPFW 25 Anos - Irrita
Clique dos bastidores

 

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por São Paulo Fashion Week (@spfw) em

 

Isabela Capeto

O apartamento de Isabela Capeto no Rio de Janeiro, onde nasceu a coleção Brotar, foi também o cenário para o filme que exibe as novidades da marca. Estampas vívidas, especialmente nas cores vermelho e azul, dão um tom alegre ao trabalho, assim como os bordados. Mangas bufantes mostram que vieram para ficar e acrescentam romantismo às peças, confeccionadas em tecidos como algodão bio, sarjas tinturadas, jeans, cambraia de linho, voil linho e malha.

Aqui, também, a dança é eleita como forma de expressão. Cinco bailarinos desdobram passos e exploram o apartamento enquanto vestem as novidades, que são leves e tem um quê bem brasileiro. O vídeo tem direção de Luisa Arraes e Caio Blat, direção de fotografia e edição de Antônio Arraes e styling de Felipe Veloso.

Em entrevista realizada com Paulo Borges, ao fim da apresentação, a estilista revelou que o formato see-now-buy-now (veja agora, compre agora) era um desejo antigo. Por isso, os produtos já estarão disponíveis a partir desta quinta-feira (5/11) na multimarcas Pinga, em São Paulo, em um espaço exclusivo para a marca Isabela Capeto.

SPFW 25 Anos - Isabela Capeto
O apartamento de Isabela Capeto, no Rio de Janeiro, virou cenário para o filme curto de sua nova coleção

 

SPFW 25 Anos - Isabela Capeto
Isabela Capeto e Luisa Arraes nos bastidores do fashion film

 

SPFW 25 Anos - Isabela Capeto
As estampas e bordados dão um toque vivo e colorido

 

SPFW 25 Anos - Isabela Capeto
Luiza Arraes e Caio Blat dirigiram o vídeo

 

SPFW 25 Anos - Isabela Capeto
A coleção está disponível na multimarcas Pinga, em São Paulo, em um espaço dedicado à label, a partir dessa quinta-feira (5/11)

 

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por São Paulo Fashion Week (@spfw) em

 

ÀLG

Alfaiataria street, estampas de correntes, jaquetas com duas cores e chapéus de jardineiro são destaques da nova coleção da ÀLG, outra etiqueta estreante do dia. Entretanto, de todas as peças apresentadas, a que provavelmente chama mais atenção é o protetor de queixo. Em live do SPFW, o estilista Alexandre Herchcovitch explicou que esse detalhe é inspirado em esportes de rua, que usam acessórios de segurança.

Modelagens oversized e as peças de mangas longas com aspecto caído, características da marca, aparecem nos moletons. Enquanto isso, as bolas têm tamanho maxi, com material transparente e formato de mochila. As bermudas de ciclista também marcam presença, sejam elas estampadas ou básicas. É possível notar possível inspiração em marcas como Louis Vuitton, Hermès e Gucci.

Para sua estreia no evento, a marca gravou um desfile no Farol Santander, ponto turístico de São Paulo. Assim como na À La Garçonne, Fábio Souza é o diretor criativo e Alexandre Herchcovitch, seu marido, desenha as coleções.

SPFW 25 Anos - ÀLG
O rosa do moletom conversa diretamente com as cores da calça da ÀLG, etiqueta estreante no SPFW

 

SPFW 25 Anos - ÀLG
Capa com o ar street característico da label. Repare no acessório de queixo, um dos destaques da coleção

 

SPFW 25 Anos - ÀLG
Casaco bicolor e bermuda de ciclista

 

SPFW 25 Anos - ÀLG
A alfaiataria também tem uma pegada superurbana

 

SPFW 25 Anos - ÀLG
Conjunto com maxi estampa de corrente

 

 

Lenny Niemeyer

Lenny Niemeyer traz a coleção Verão 2021 com inspiração botânica para sua marca homônima de moda praia. Segundo a grife, todo o conceito partiu de uma sessão de fotos experimental com flores naturais e plásticos refletivos. Como resultado, estampas florais aparecem em maiôs.

As flores também podem ser associadas às formas e volumes das peças, que trazem camadas de tecido, saídas de praia esvoaçantes e mangas bufantes. As cores, definidas como “uma cartela ácida”, passam pelos tons terrosos, o verde e o roxo.

“Neste mesmo diálogo em que as formas são ora rígidas e arquitetônicas, ora fluidas e feminina, estampas analógicas ganham colagens surreais, misturando tecidos, texturas e corpos, em contraste com as flores e plásticos”, destacou a label. Lenny também apresentou a coleção com um filme curto, que teve direção audiovisual de Vinícius Cardoso, styling de Daniel Ueda e trilha sonora de Pedro Guedes, estrelado por cinco modelos, que performaram coreografias de Bia Marques.

SPFW 25 Anos - Lenny Niemeyer
Nos bastidores da coleção de Lenny Niemeyer, um maiô com mangas bufantes e estampa botânica

 

SPFW 25 Anos - Lenny Niemeyer
A marca define a cartela de cores como “ácida”

 

SPFW 25 Anos - Lenny Niemeyer
Detalhe vazado com drapeados

 

SPFW 25 Anos - Lenny Niemeyer
Outra foto dos bastidores

 

SPFW 25 Anos - Lenny Niemeyer
Além do roxo vibrante, verde e outras cores mais marcantes, tons terrosos e neutros também aparecem na coleção

 

 

Vale destacar que, na noite dessa quarta-feira (4/11), Leo Picon e Luiza Brasil conduziram uma série de conteúdos referentes aos 25 anos do evento, desde fashion films de influenciadores digitais, ao estilo do TikTok, e entrevistas e outros destaques. Um deles mostrou momentos marcantes de Gisele Bündchen desfilando para o SPFW, onde ela começou a carreira. A programação completa do evento vai até domingo (8/11), com mais coleções e um “mini doc” sobre os 50 anos de Alexandre Herchcovitch, que será exibido às 19h30 desta quinta-feira (5/11).


Colaborou Hebert Madeira

Últimas notícias