Por Ilca Maria Estevão, Rebeca Ligabue, Sabrina Pessoa, Marcella Freitas, Carina Benedetti e Luiz Maza

Saint Laurent deixa o Paris Fashion Week e adotará novo formato

A grife decidiu abandonar a semana de moda francesa e estabelecer um ritmo próprio para exibir coleções, de acordo com o processo criativo

atualizado 27/04/2020 19:17

Naomi Campbell na passarela da Saint Laurent com a Torre Eiffel ao fundoPascal Le Segretain/Getty Images

A pandemia do novo coronavírus resultou no cancelamento de inúmeros eventos. Recentemente, tanto a Semana de Alta-Costura quanto a de moda masculina, previstas para junho e julho, respectivamente, foram canceladas. Agora, o futuro do Paris Fashion Week com foco no womenswear, previsto para setembro, também é incerto. A Saint Laurent se tornou a primeira grife a abandonar o lineup. Neste ano, a grife francesa decidiu estabelecer um ritmo próprio para exibir coleções, de acordo com o processo criativo de Anthony Vaccarello.

Vem comigo saber mais!

Getty Images

O designer Anthony Vaccarello, e a CEO da maison, Francesca Bellettini, concederam entrevista ao WWD para explicar a novidade. Eles destacaram que a pandemia forçou o fechamento de lojas da Saint Laurent. Por isso, no atual cenário, não é possível que os negócios andem como antes.

Para Vaccarello, a atitude é positiva, não passiva. O estilista destacou que a decisão de não fazer parte de nenhum calendário predefinido em 2020 decorre do “desejo de reconhecer a importância do tempo e da vida”.

“Não quero apressar uma coleção apenas porque há um prazo. Nesta temporada, quero apresentar uma coleção quando estiver pronta para mostrá-la.”

Anthony Vaccarello, diretor criativo da Saint Laurent

Bellettini enfatizou que a ideia é tomar decisões claras e firmes. “Como vimos a maneira como esta crise foi gerenciada em diferentes lugares do mundo, a abordagem ‘esperar para ver’ foi menos bem-sucedida do que decisões e regras estabelecidas e comunicadas desde o início”, afirmou.

Francesca Bellettini e Anthony Vaccarello em evento
Francesca Bellettini e Anthony Vaccarello explicaram os motivos da decisão em entrevista ao WWD

 

modelo na passarela da Saint Laurent com Torre Eiffel ao fundo
A decisão da Saint Laurent de abandonar o Paris Fashion Week em 2020 não tem a ver com redução de custos

 

modelo na passarela da Sainr Laurent
“Fingir que estamos voltando ao trabalho e que é tudo business as usual nos soa estranho”, declarou Bellettini

 

modelo na passarela da Saint Laurent
Não se trata de um adeus à semana de moda parisiense. Os comandantes explicaram que a mudança é necessária nas atuais circunstâncias excepcionais

 

A presidente e diretora executiva deram a entender que a marca ainda pode realizar um show físico em algum momento deste ano. Contudo a prioridade são formatos mais intimistas e alinhados com o cliente final. “Queremos incentivar uma atitude mais duradoura e menos efêmera em relação a experiências e produtos”, disse Bellettini.

O diretor criativo esclareceu que, a princípio, a grife está fora do Paris Fashion apenas em 2020, em resposta a circunstâncias extraordinárias. “Não planejamos mudar nossa estratégia de apresentação de coleções para homens e mulheres. Homens e mulheres serão apresentados separadamente, e cada apresentação será feita para comunicar o espírito da coleção”, adiantou.

modelo na passarela da Saint Laurent
A ideia é que os desfiles da grife francesa sejam cada vez mais intimistas e conectados com os clientes

 

modelo na passarela da Saint Laurent
As coleções femininas e masculinas continuarão sendo apresentadas separadamente

 

modelo na passarela da Saint Laurent
O novo formato para 2020 ainda está sendo elaborado

 

Por enquanto os comandantes da Saint Laurent preferiram não divulgar qual será o novo formato, mas apontaram que os papéis dos convidados e influenciadores VIP permanecerão os mesmos na nova abordagem. Além disso, enfatizaram que o DNA da maison continuará parisiense, o que nunca mudará.

A etiqueta vem analisando como ter ainda mais eficiência em publicidade. “Ainda pretendemos anunciar neste ano, pois é essencial manter a imagem e o posicionamento da marca”, apontou a CEO. O lançamento das próximas campanhas provavelmente se alinhará com a chegada das coleções às lojas.


Colaborou Rebeca Ligabue

Mais lidas
Últimas notícias