Por Ilca Maria Estevão, Rebeca Ligabue, Sabrina Pessoa, Marcella Freitas, Carina Benedetti e Luiz Maza

Filme House of Gucci é alvo de polêmicas. Entenda

Ex-diretor criativo da grife italiana, Tom Ford não poupou críticas. Além disso, herdeiros do clã ameaçam ingressar com ação judicial

atualizado 02/12/2021 16:52

Filme House of GucciMetro Goldwyn Mayer/Divulgação

O filme House of Gucci (no Brasil, Casa Gucci) estreou mundialmente na semana passada. A trama, no entanto, tem gerado polêmicas. Ex-diretor criativo da grife italiana, o estilista Tom Ford não poupou críticas. Além disso, herdeiros do clã ameaçam ingressar com uma ação judicial.

Vem entender!

@houseofguccimovie/Giphy/Reprodução

Críticas de Tom Ford

Um dos estilistas mais renomados de todos os tempos, Tom Ford ficou na Gucci de 1994 até 2004. Ele foi o responsável pelo estouro da marca nos anos 1990, com criações que tinham um toque marcante de sensualidade. O norte-americano aparece no filme como um personagem secundário, interpretado por Reeve Carney.

Recentemente, o designer escreveu um artigo para a plataforma Air Mail sobre o longa. Vale destacar que Tom Ford também atua como roteirista e diretor de filmes. Um Homem Único e Animais Noturnos estão no repertório.

No texto sobre House of Gucci, Tom Ford descreveu a produção como “ambiciosa e lindamente filmada”. Também destacou o grande número de estrelas no elenco, como Lady Gaga, Adam Driver, Al Pacino, Jeremy Irons, Jared Leto e Salma Hayek. Contudo, não demorou para lançar as críticas.

“O filme é… Bem, ainda não tenho certeza do que é exatamente, mas, de alguma forma, eu me senti como se tivesse sobrevivido a um furacão quando saí do cinema”, relatou. “Foi uma farsa ou uma história emocionante de ganância? Muitas vezes eu ria alto, mas deveria?”, questionou.

Ford frisou que tem uma opinião “provavelmente tendenciosa”, já que estava nos bastidores da história original. Para ele, o tom do enredo deveria ser mais cuidadoso, para retratar a realidade trágica de um homicídio orquestrado – no caso, a morte de Maurizio Gucci.

“Fiquei profundamente triste por vários dias depois de assistir a House of Gucci, uma reação que acho que só aqueles de nós que conheciam os jogadores e o jogo vão sentir”, lamentou Tom Ford. “Foi difícil, para mim, ver humor em algo que era tão sangrento. Na vida real, nada disso era fantasioso”, acrescentou.

Gucci Love Parade
A Gucci é uma das grifes mais famosas do mundo

 

Tom Ford na passarela da Gucci
Tom Ford foi diretor criativo da label nos anos 1990

 

Ator Reeve Carney
Reeve Carney interpreta Tom Ford no filme House of Gucci

 

Adam Driver e Lady Gaga em House of Gucci
Na trama, Patrizia Reggiani (Lady Gaga) orquestra o assassinato de Maurizio Gucci (Adam Driver), com inspiração na história real
Descontentamento da família Gucci

Para completar a polêmica, na segunda-feira (29/11), a agência de notícias italiana Ansa publicou um comunicado que revela a possível intenção de uma ação judicial por parte de herdeiros da Gucci contra o filme. O resultado que foi às telonas não agradou.

“A produção do longa não se preocupou em consultar os herdeiros antes de descrever Aldo Gucci – presidente da empresa por 30 anos [interpretado por Al Pacino no filme] – e os membros da família Gucci como bandidos, ignorantes e insensíveis ao mundo ao seu redor”, apontou.

A nota enfatizou que o clã Gucci tomará qualquer medida necessária para proteger o nome e a imagem da empresa e dos familiares. “Gucci é uma família que vive honrando o trabalho de seus ancestrais, cuja memória não merece ser perturbada para encenar um espetáculo que não é verdadeiro e que não faz justiça aos seus protagonistas.”

House Of Gucci
Herdeiros da família Gucci não estão satisfeitos com o resultado do filme

 

House of Gucci
House of Gucci estreou no dia 25 de novembro

 

House of Gucci
O filme está em cartaz atualmente

 

House of Gucci
O longa já chegou aos cinemas no Brasil
O filme House of Gucci

Dirigido por Ridley Scott, o filme House of Gucci é baseado na história de Patrizia Reggiani, ex-esposa de Maurizio Gucci, membro da família italiana que fundou a grife. A socialite planejou o assassinato do marido, em 1995. Ela foi condenada a 29 anos de prisão.

 

Colaborou Rebeca Ligabue

Mais lidas
Últimas notícias