Notícias, furos e bastidores de política e economia. Com Gustavo Zucchi

Moro e União Brasil discordam de nome ao governo de São Paulo

Sergio Moro, que negocia possível ida ao União Brasil, prometeu apoio para o deputado Arthur do Val; União Brasil tem acordo com PSDB

atualizado 20/01/2022 7:29

Arthur do Val debate candidatos prefeitura eleicoes sp 20202Rafaela Felicciano/Metrópoles

O apoio à candidatura do vice-governador de São Paulo, Rodrigo Garcia (PSDB), como sucessor de João Doria no estado pode entrar novamente em debates de outro partido.

Isso porque Sergio Moro, que negocia uma possível filiação ao União Brasil para as eleições de 2022, prometeu estar ao lado do deputado Arthur do Val, que se filiará ao Podemos para disputar o Palácio dos Bandeirantes. Já o União Brasil tem acerto para apoiar o tucano ao Palácio dos Bandeirantes.

0

Dirigentes da sigla afirmaram à coluna que não pretendem mexer com os palanques estaduais por causa de um possível acordo com o Podemos para a troca de partido do ex-ministro. E isso inclui o acordo com Garcia na disputa pelo governo de São Paulo.

Moro, por sua vez, esteve com o parlamentar, conhecido como “Mamãe, falei”, no dia 21 de dezembro. O ex-ministro chegou a registrar a reunião em suas redes sociais, prometendo “estar junto” do deputado estadual.


O Podemos, inclusive, deverá fazer um evento em São Paulo para marcar a filiação de Arthur do Val no próximo dia 26, com a presença de Sergio Moro confirmada até o momento.

O imbróglio guarda certa semelhança com os debates para filiação de Jair Bolsonaro ao PL. O presidente da República não aceitou o acordo prévio da sigla com Rodrigo Garcia. E bateu o pé para ter um nome de sua confiança no palanque paulista.

O presidente nacional da sigla, Valdemar Costa Neto, teve de desfazer o acerto com o pré-candidato do PSDB ao governo de São Paulo. Valdemar acabou aceitando lançar o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, para a disputa paulista.

Mais lidas
Últimas notícias