Notícias, furos e bastidores de política e economia. Com Gustavo Zucchi

Márcio França admite desistir do governo de SP para apoiar Haddad

À coluna, ex-governador do PSB disse estar aguardando apenas uma resposta de Gilberto Kassab para anunciar o acordo

atualizado 04/07/2022 12:58

Rafaela Felicciano/Metrópoles

O ex-governador Márcio França (PSB) admitiu à coluna, nesta segunda-feira (4/7), desistir de sua candidatura ao governo paulista para apoiar o ex-prefeito Fernando Haddad (PT). O discurso, por ora, é de que essa desistência está condicionada a uma composição com o PSD de Gilberto Kassab.

Conforme antecipado mais cedo pelo Blog do Noblat, a possível aliança entre os três foi discutida durante um almoço entre França e Haddad nesse domingo (3/7), na casa do pessebista, em São Paulo. O ex-presidente Lula e o ex-governador Geraldo Alckmin (PSB) também participaram do encontro.

Pelo acordo costurado, Márcio França desistiria de concorrer ao governo de São Paulo em troca da vaga ao Senado na chapa de Haddad. Já o PSD teria o direito de indicar a 1ª suplência de França, que poderia ficar com o próprio Kassab, ou o candidato a vice-governador do petista.

O objetivo da articulação seria tentar afastar o PSD do ex-ministro Tarcísio de Freitas (Republicanos), candidato bolsonarista ao Palácio dos Bandeirantes com quem Kassab tem negociações avançadas para uma aliança nas eleições deste ano em São Paulo.

“Estamos aguardando o Kassab, conforme combinado. O importante é o gesto dele em São Paulo pro Lula”, afirmou França à coluna. Segundo o ex-governador, o dirigente do PSD está consultando as bases do partido e prometeu dar uma resposta até esta terça-feira (5/7).

Publicidade do parceiro Metrópoles 1
Publicidade do parceiro Metrópoles 2
Publicidade do parceiro Metrópoles 3
Publicidade do parceiro Metrópoles 4
Publicidade do parceiro Metrópoles 5
0

 

Mais lidas
Últimas notícias