Luciano Hang já admite a aliados disputar o Senado em 2022

A candidatura do empresário tem sido incentivada por parlamentares bolsonaristas de Santa Catarina

atualizado 02/10/2021 11:36

Hang depõe na CPIRafaela Felicciano/Metrópoles

Ouvido pela CPI da Covid-19 na última quarta-feira (29/9), o empresário Luciano Hang mudou o discurso sobre disputar uma vaga no Senado por Santa Catarina nas eleições de 2022.

Se antes negava de pronto a possibilidade, nas últimas semanas o empresário passou a admitir a aliados que poderá ser candidato. Segundo esses aliados, Hang diz, nos bastidores, estar “avaliando” o cenário.

A candidatura tem sido incentivada por parlamentares bolsonaristas. Entre eles, a deputada federal Caroline de Toni (PSL-SC) e o senador Jorginho Mello (PL-SC), que pretende se candidatar ao governo do estado.

Aliados do presidente Jair Bolsonaro ouvidos pela coluna dizem que a eventual candidatura de Hang ao Senado seria um “consenso” entre os bolsonaristas de Santa Catarina.

Nesse caso, o atual secretário da Pesca do governo federal, Jorge Seif Júnior, teria de repensar seus planos para 2022. Seif também quer disputar o Senado por Santa Catarina com apoio de Bolsonaro.

Em entrevista após o depoimento à CPI na quarta, Hang afirmou que só pretende bater o martelo sobre uma eventual candidatura no próximo ano. “Eu sou um ativista político. [Em] 2022 vou pensar o que fazer”, disse.

Últimas notícias