Notícias, furos e bastidores de política e economia. Com Gustavo Zucchi

“É muito difícil ter Carnaval de rua este ano no Rio”, admite prefeito

Prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (PSD), afirmou à coluna que baterá o martelo sobre o Carnaval de rua na cidade até a próxima semana

atualizado 03/01/2022 17:23

Rio de Janeiro (RJ), 21/11/20. Eduardo Paes conversa com Raquel Sheherazade para o Metrópoles Entrevista. Eduardo Paes, candidato à prefeitura do RJ. Foto: Rafaela Felicciano/MetrópolesRafaela Felicciano/Metrópoles

O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (PSD), disse à coluna considerar “muito difícil” liberar o Carnaval de rua na capital fluminense em 2022, diante do aumento dos casos de Covid-19 no país.

“É muito difícil ter o de rua, né”, admitiu Paes nesta segunda-feira (3/1), acrescentando que “até semana que vem” baterá o martelo sobre liberar ou não o desfile de blocos pelas ruas da cidade.

Nesta terça-feira (4/1), o prefeito e o secretário municipal de Saúde do Rio, Daniel Soranz, devem se reunir com representantes de diversos blocos de rua para discutir o assunto.

A avaliação feita por fontes da prefeitura carioca é de que seria praticamente impossível estabelecer algum controle sanitário durante o cortejo dos blocos de rua.

A percepção é diferente em relação ao desfile das escolas de samba na Sapucaí, onde autoridades municipais avaliam ser possível fazer esse controle exigindo, por exemplo, o passaporte da vacina.

Cruzeiros suspensos

Nesta segunda, a Associação Brasileira de Navios de Cruzeiros anunciou a suspensão voluntária da operações de transatlânticos de turismo nos portos brasileiros até 21 de janeiro de 2022.

A medida vai na linha da recomendação da Anvisa para suspender os cruzeiros em razão do crescimento de casos da doença nos navios. A explosão de infecções provocou a interrupção da operação de algumas embarcações.

Mais lidas
Últimas notícias