CPI marca depoimento de auditor do TCU para mesmo dia de Carlos Wizard

O empresário, que estaria nos Estados Unidos, ainda não confirmou à cúpula da comissão se irá à oitiva

atualizado 14/06/2021 10:10

Presidente do TCU decide afastar auditor que passou dados a BolsonaroReprodução

O presidente da CPI da Covid, senador Omar Aziz (PSD-AM), marcou para a próxima quinta-feira (17/6) o depoimento do auditor do Tribunal de Contas da União (TCU) Alexandre Figueiredo Costa Silva Marques.

Trata-se do mesmo dia em que está marcada a oitiva de Carlos Wizard. O empresário, que estaria nos Estados Unidos, ainda não confirmou à cúpula da comissão, até agora, se prestará o depoimento.

À coluna, Aziz afirmou que, se Wizard confirmar a presença, a CPI ouvirá tanto o empresário quanto o auditor do TCU no mesmo dia. “Nem que a gente trabalhe até 3 horas da manhã”, disse.

Caso o empresário não compareça, o presidente da comissão disse que pedirá a condução coercitiva dele. Se isso ocorrer, assim que desembarcar no Brasil, Wizard seria levado pela Polícia Federal à CPI.

O auditor do TCU é apontado como o responsável por elaborar análises que levaram o presidente Jair Bolsonaro a divulgar a notícia falsa de que o TCU questionava o número de mortes por Covid-19 no Brasil.

Últimas notícias