Bolsonaro almoçou com evangélicos fora da agenda antes de ir ao STF

Segundo apurou a coluna, um dos principais "pratos" foi a indicação de Bolsonaro para a vaga do ministro Marco Aurélio Mello no STF

atualizado 09/06/2021 18:02

Agenda do Presidente Jair Bolsonaro durante Cerimônia de anuncio Caixa Patrocínio ao Esporte BrasileiroRafaela Felicciano/Metrópoles

O presidente Jair Bolsonaro almoçou nessa terça-feira (8/6), no Palácio do Planalto, com parlamentares e lideranças evangélicas. O encontro não foi registrado na agenda oficial.

O almoço reuniu lideranças como o presidente da Frente Parlamentar Evangélica, deputado federal Cezinha de Madureira (PSD-SP).

Segundo apurou a coluna, um dos principais “pratos” foi a indicação de Bolsonaro para a vaga do ministro Marco Aurélio Mello no Supremo Tribunal Federal (STF).

O presidente, inclusive, avisou aos líderes evangélicos que teria, na sequência do almoço, uma reunião com presidente da corte, Luiz Fux, para falar sobre o assunto.

Quem participou do almoço saiu certo de que Bolsonaro deve mesmo indicar o atual ministro da Advocacia-Geral da União, André Mendonça, para a vaga de Marco Aurélio.

Últimas notícias