Fora da agenda, Bolsonaro vai ao STF para conversar com Fux

O chefe do Executivo se reuniu com o presidente da Corte para tratar de vaga que será deixada por Marco Aurélio

atualizado 08/06/2021 19:05

Igo Estrela/Metrópoles

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) foi ao Supremo Tribunal Federal (STF), nesta terça-feira (8/6), reunir-se com o presidente da Corte, ministro Luiz Fux. A reunião não estava marcada na agenda oficial de nenhuma das duas autoridades.

Em nota, a assessoria da Suprema Corte confirmou o encontro entre os dois e disse que o compromisso foi marcado a pedido de Fux, que ligou ao chefe do Executivo.

A pauta da reunião, segundo o STF, foi a indicação para a vaga do ministro Marco Aurélio Mello, que se aposenta em 5 de julho.

“O ministro Fux pediu que, por cortesia, o presidente da República aguarde a aposentadoria do Ministro Marco Aurélio Mello, que será no início de julho, antes de indicar um novo nome para o cargo”, diz a nota.

O colunista Igor Gadelha, do Metrópoles, informou na última sexta-feira (4/6) que auxiliares e aliados de Bolsonaro apostavam que a indicação seria feita “de última hora”.

O encontro durou 20 minutos e ocorreu no gabinete da presidência da Corte.

Últimas notícias