Bolsonaristas preparam ofensiva contra Barroso no Senado e na PGR

Ofensiva terá como base o que apoiadores do presidente Jair Bolsonaro consideram "abusos" do ministro nas discussões sobre voto impresso

atualizado 05/08/2021 19:37

ministro TSE STF justica Luís Roberto Barroso eleicoes 20203Igo Estrela/Metrópoles

Parlamentares e apoiadores bolsonaristas prometem, nos bastidores, uma ofensiva contra ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), no Senado e na Procuradoria-Geral da República (PGR).

O foco, dizem, será o ministro Luís Roberto Barroso, atual presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que entrou em rota de colisão com Jair Bolsonaro em razão do voto impresso.

A coluna apurou que bolsonaristas pretendem apresentar uma queixa-crime contra Barroso na Procuradoria-Geral da República (PGR) e um pedido de impeachment do ministro no Senado.

Ambas as medidas devem ter como argumento o que os bolsonaristas consideram como “abusos” do presidente do TSE nas discussões sobre a aprovação do voto impresso pelo Congresso.

Para auxiliares de Barroso, no entanto, a irritação do presidente Jair Bolsonaro com o ministro do STF e do TSE vai além da questão do voto impresso.

Últimas notícias