Para auxiliares de Barroso, irritação de Bolsonaro vai além do voto impresso

Auxiliares do ministro avaliam que ataques desferidos pelo presidente da República têm mais relação com a CPI da Covid-19

atualizado 03/08/2021 19:14

Ministro Luis Roberto BarrosoIgo Estrela/Metrópoles

Auxiliares do presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Luís Roberto Barroso, avaliam que o presidente Jair Bolsonaro (sem partico) foca seus ataques no ministro não só pelo fato de Barroso atuar contra a aprovação da PEC do voto impresso auditável no Congresso Nacional.

Para eles, a irritação principal de Bolsonaro se deve ao fato de que foi o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) o responsável por mandar o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), abrir a CPI da Covid-19, em abril deste ano.

Últimas notícias