Notícias, furos e bastidores de política e economia. Com Gustavo Zucchi

Assessor olavista fica de fora de mais uma viagem de Bolsonaro

É pelo menos a terceira viagem internacional que Filipe Martins não acompanha o presidente Jair Bolsonaro

atualizado 29/10/2021 12:46

Filipe MartinsIgo Estrela/Metrópoles

Enviado especial a Roma – Um dos poucos olavistas remanescentes no governo federal, o assessor para Assuntos Internacionais da Presidência, Filipe Martins, ficou de fora de mais uma viagem do presidente Jair Bolsonaro ao exterior.

Desta vez, Martins não acompanha o presidente na ida à Itália, onde Bolsonaro participa da reunião do G20, em Roma, e de agendas em outras duas cidades: Padova e Pistoia. A viagem começou nesta sexta-feira (29/10) e segue até terça-feira (2/11).

Esta é pelo menos a terceira viagem internacional que Bolsonaro deixa o olavista de fora em 2021. Martins não acompanhou o presidente na Assembleia-Geral da ONU, em setembro, nem na posse do novo presidente do Equador, Guilherme Lasso, em maio.

Nos bastidores, auxiliares presidenciais notam que o afastamento do olavista coincidiu com a posse, em abril, do novo chanceler, Carlos França, que tem perfil considerado mais moderado. Martins era próximo de Ernesto Araújo.

Comitiva

Bolsonaro está na Itália acompanhado de vários ministros. Entre eles, Carlos França (Relações Exteriores), Paulo Guedes (Economia), Braga Netto (Defesa), João Roma (Cidadania) e Augusto Heleno (GSI).

Mais lidas
Últimas notícias