Notícias, furos e bastidores de política e economia. Com Gustavo Zucchi

Após vaias, presidente do PT combina reunião com Paulinho da Força

Encontro faz parte do esforço de Gleisi Hoffmann para minimizar vaias ao presidente do Solidariedade puxadas por militantes petistas

atualizado 18/04/2022 15:21

Brasília(DF), 23/02/2022 Luciana Lima entrevista Presidente do PT Nacional, Gleisi Hoffmann, na redação do portal Metrópoles. Foto: Gustavo Moreno/ MetrópoleGustavo Moreno/ Metrópoles

Presidente nacional do PT, a deputada federal Gleisi Hoffmann (PR) combinou de se reunir nesta semana com o presidente do Solidariedade, o também deputado federal Paulinho da Força (SP).

O encontro faz parte do esforço de Gleisi para minimizar o mal-estar causado pelas vaias a Paulinho puxadas por militantes petistas durante um evento de Lula com sindicalistas na última quinta-feira (14/5).

Após ser alvo dos protestos, o presidente do Solidariedade cancelou o evento em que a legenda anunciaria formalmente o apoio à candidatura de Lula ao Palácio do Planalto, até então previsto para 3 de maio.

A reação levou Gleisi a ligar para Paulinho ,para tentar botar panos quentes. “Combinamos de conversar essa semana. Reiterei a importância dele e do solidariedade em nossa caminhada”, disse a deputada à coluna.

O temor do PT

A presidente do PT também fez questão de ir às redes sociais dizer publicamente que o Solidariedade e Paulinho “são muito importantes” para a candidatura de Lula. A mensagem foi repostada pelo ex-presidente.

O temor no PT é de que o Solidariedade passe a apoiar a reeleição do presidente Jair Bolsonaro. Após as vaias, o ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira, chegou a procurar Paulinho para convidá-lo a mudar de lado.

Mais lidas
Últimas notícias