Com Bruna Lima, Edoardo Ghirotto, Eduardo Barretto e Natália Portinari

Vice-líder do PT diverge de Dias e diz que PEC tem de durar 4 anos

“A PEC da transição tem que ser de quatro anos e de R$ 175 bilhões para atender ao anseio das urnas”, diz José Guimarães

atualizado 26/11/2022 15:54

Agência Brasil

Vice-líder do PT na Câmara, o deputado José Guimarães divergiu do senador eleito Wellington Dias, que afirmou neste sábado que a PEC da Transição poderá ter duração de apenas dois anos e um valor menor que o estipulado inicialmente.

“O novo governo tem que ter alto grau de unidade para a PEC prosperar. Temos que unificar a proposta no Senado e, na Câmara, ratificaremos a proposta que vier do Senado”, disse Guimarães.

E complementou:

“A proposta tem que ser de quatro anos. E de R$ 175 bilhões. Tem que ser uma negociação de alta potência. Daqui a pouco (se quebrar a unidade), a PEC se descaracteriza e se desfigura, e não atenderá a demanda das urnas. Não servirá ao novo governo e ao país. A PEC que serve ao país é de quatro anos”.

 

Mais lidas
Siga as redes do Guilherme Amado
Últimas da coluna