Com Bruna Lima, Edoardo Ghirotto, Eduardo Barretto e Lucas Marchesini

Twitter verifica perfil de bolsonarista acusada de fake news pelo TSE

O perfil da bolsonarista Bárbara Destefani, que foi desmonetizado no YouTube a mando do TSE, ganhou um selo de verificação no Twitter

atualizado 04/01/2022 22:50

A ativista bolsonarista Bárbara Destefani, dona do canal Te AtualizeiReprodução/YouTube

O Twitter deu um selo de verificação de autenticidade ao perfil de uma ativista bolsonarista que já foi acusada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) de espalhar mentiras nas redes sociais.

O selo do Twitter foi concedido a Bárbara Destefani, que atende na rede social pelo apelido “Te Atualizei”. O canal de Bárbara no YouTube estava entre os onze perfis que tiveram os meios de financiamento bloqueados no YouTube, em agosto do ano passado, por determinação do ministro do TSE Luis Felipe Salomão. Os canais foram desmonetizados por veicularem fake news, segundo a decisão de Salomão.

O Twitter afirma que um selo de verificação “informa às pessoas que uma conta de interesse público é autêntica”. No perfil de Barbara, no entanto, é possível encontrar diversas postagens lançando dúvidas sobre a eficácia das vacinas contra a Covid-19.

O selo também foi concedido pelo Twitter a bolsonaristas que trabalham no governo, mas que costumam espalhar desinformação nas redes sociais. O assessor Tercio Arnaud Tomaz, apontado como integrante do gabinete do ódio, teve a página verificada, assim como o assessor Mosart Aragão, que já questionou o uso de máscaras e a vacinação.

O Facebook também tem a prática de distribuir selos de autenticidade a perfis que considera relevantes. O Jornal da Cidade Online, um dos alvos da CPMI das Fake News, é uma das páginas que conta com a distinção na rede social.

Já leu todas as notas e reportagens da coluna hoje? Clique aqui.

Siga a coluna no Twitter e no Instagram para não perder nada.

Mais lidas
Siga as redes do Guilherme Amado
Últimas da coluna