Com Bruna Lima, Edoardo Ghirotto, Eduardo Barretto e Paulo Cappelli

Saída de Doria e Moro ajudaria Ciro Gomes a construir alianças

Avaliação na pré-campanha de Ciro Gomes é que a diminuição da terceira via é benéfica para o cearense

atualizado 31/03/2022 12:03

ciro gomesVinícius Santa Rosa/Especial para o Metrópoles

A saída de João Doria e de Sergio Moro da corrida presidencial ajudaria Ciro Gomes na construção de alianças. A avaliação é do núcleo da campanha do cearense.

Moro, que está de saída do Podemos para a União Brasil, é o principal competidor de Gomes na terceira via. Os dois se revezam como o terceiro lugar nas pesquisas de intenção de voto.

A condição para a troca de sigla a dois dias do fim da janela partidária seria, a princípio, desistir da corrida pelo Palácio do Planalto.

Já a saída de Doria, que o governador agora está dizendo se tratar de uma “especulação” não implica em dizer automaticamente que o PSDB não terá candidato, já que Eduardo Leite ainda busca ser o nome tucano nas eleições deste ano.

Tanto Doria quando Leite tem um desempenho fraco nas pesquisas, atingindo no máximo 2% das intenções de voto.

Publicidade do parceiro Metrópoles 1
Publicidade do parceiro Metrópoles 2
Publicidade do parceiro Metrópoles 3
Publicidade do parceiro Metrópoles 4
Publicidade do parceiro Metrópoles 5
0

Já leu todas as notas e reportagens da coluna hoje? Clique aqui.

Siga a coluna no Twitter e no Instagram para não perder nada.

Mais lidas
Siga as redes do Guilherme Amado
Últimas da coluna