Com Bruna Lima, Edoardo Ghirotto, Eduardo Barretto e Paulo Cappelli

Rodrigo Garcia planeja oferecer a vice para Viviane Senna em São Paulo

Candidato do PSDB ao governo de São Paulo, Rodrigo Garcia irá apresentar o plano para Viviane Senna numa reunião nesta quinta-feira (20/1)

atualizado 19/01/2022 16:49

Fabio Rodrigues Pozzebom / Agência Brasil

A presidente do Instituto Ayrton Senna, Viviane Senna, se tornou a candidata favorita a assumir a vice do tucano Rodrigo Garcia na eleição para o governo de São Paulo.

O assunto ainda não foi tratado com Viviane. Garcia tem uma reunião com ela marcada para esta quinta-feira (20/1) e pretende apresentar o plano durante o encontro.

O entorno de Garcia vinha estudando a possibilidade de oferecer a vaga para Claudio Lottenberg, que assumiu neste mês a presidência do Conselho de Administração da biofarmacêutica Biomm, mas a hipótese perdeu força.

Viviane é irmã do piloto Ayrton Senna, morto em 1994, e se notabilizou como uma das referências do país para tratar de educação.

Se a costura der certo, Viviane teria de ser alocada no MDB ou no União Brasil. Está certo que os partidos formarão a chapa majoritária com o PSDB, mas falta definir quem ficará com a vice e quem lançará o candidato ao Senado.

O apresentador José Luiz Datena tem o aval de Garcia e do atual governador, João Doria, para concorrer ao Senado na chapa. Ele ainda está filiado ao PSL, um dos partidos que dará origem ao União Brasil, mas afirmou que aguarda uma orientação da cúpula do PSDB para decidir por qual sigla lançará a candidatura.

Já leu todas as notas e reportagens da coluna hoje? Clique aqui.

Siga a coluna no Twitter e no Instagram para não perder nada.

Mais lidas
Siga as redes do Guilherme Amado
Últimas da coluna