Com Bruna Lima, Edoardo Ghirotto, Eduardo Barretto e Natália Portinari

PT monta comissão para se reaproximar de evangélicos bolsonaristas

O PT montou um grupo de evangélicos para articular a reaproximação do partido com as lideranças que estiveram ao lado de Bolsonaro

atualizado 30/11/2022 20:40

Em meio a evangélicos e apoiadores durante evento de campanha, Lula reza de mãos juntas e olhos fechados - Metrópoles Fábio Vieira/Metrópoles

O PT reuniu os evangélicos ligados ao partido para montar uma comissão que trabalhará para reaproximar a sigla das lideranças religiosas que estiveram ao lado de Bolsonaro nos últimos anos.

A ideia de criar a comissão partiu do ex-ministro Gilberto Carvalho. Ele dizia durante a campanha presidencial que o futuro do país dependeria de uma nova abordagem do PT em relação aos evangélicos.

A busca pelas principais lideranças evangélicas do país não será imediata. A primeira missão do grupo petista será procurar outros partidos políticos para tratar do assunto e para elaborar diretrizes em conjunto.

O PT enviou uma primeira sinalização aos evangélicos ao concordar com a ideia da senadora Eliziane Gama, do Cidadania, de manter o termo “Família” na nomenclatura do Ministério dos Direitos Humanos.

Mais lidas
Siga as redes do Guilherme Amado
Últimas da coluna