Com Bruna Lima, Edoardo Ghirotto, Eduardo Barretto e Paulo Cappelli

PSDB intensifica negociações para Meirelles ser o vice de Garcia em SP

Ex-ministro Henrique Meirelles acertou a filiação ao União Brasil; composição poderia levar o MDB para o Senado, na chapa de Garcia

atualizado 05/07/2022 8:50

Henrique MeirellesVinícius Schmidt/Metrópoles

O governador Rodrigo Garcia, do PSDB, tem dito a interlocutores que pretende convencer o ex-ministro da Fazenda Henrique Meirelles a ser o vice de sua chapa na eleição em São Paulo.

Meirelles deixou o PSD na última janela partidária e migrou para o União Brasil. Após estremecimentos na relação, o partido presidido por Luciano Bivar encaminhou acordo para apoiar o governador.

O PSDB trata Meirelles como um personagem capaz de agregar força à chapa de Garcia e entende que ele não criaria problemas para os tucanos pensarem na sucessão em 2026, caso o governador consiga se reeleger.

Por saber dos planos do PSDB para daqui quatro anos, o União Brasil adota cautela nas conversas e diz que a chance de Meirelles embarcar como vice é de 50%.

A costura também terá de envolver o MDB, que considerava ter um acordo para indicar o vice do tucano. O partido poderá receber a vaga de senador na chapa, mas a falta de um nome competitivo para a disputa emperra a tratativa.

Por ser uma equação complexa, interlocutores familiarizados com a negociação dizem que a composição de cargos na Prefeitura de São Paulo poderá virar moeda de troca. A administração municipal é chefiada pelo emedebista Ricardo Nunes desde a morte do tucano Bruno Covas, em maio de 2021.

Mais lidas
Siga as redes do Guilherme Amado
Últimas da coluna