Com Eduardo Barretto (interino), Bruna Lima, Eduardo Ghirotto e Paulo Cappelli

Presídio no RJ terá ala para receber delegadas e outras agentes presas

A SEAP-RJ foi confrontada sobre a integridade física da delegada Adriana Belém, que está presa desde o dia 11 de maio em Benfica

atualizado 21/05/2022 20:06

Reprodução

A Secretaria de Administração Penitenciária do Rio de Janeiro informou que será criada uma ala no Presídio Santo Expedito, dentro do Complexo de Gericinó, para abrigar presas que sejam servidoras do Estado, em especial as que atuam em forças de segurança, como a delegada Adriana Belém.

Nesta semana a secretaria foi confrontada sobre a integridade física da delegada, que foi presa com R$ 1,8 milhão em espécie, e está custodiada no presídio de Benfica desde o dia 11 de maio.

A secretaria informou que não existem alas especiais para agentes de segurança pública do sexo feminino, como têm para homens, mas que a delegada está presa em uma cela individual e está isolada de outras custodiadas.

A defesa de Belém pediu à Justiça, na última quinta-feira (19/5), que a delegada tenha a prisão preventiva revogada. Os advogados alegam que Belém corre perigo dentro da cadeia.

Já leu todas as notas e reportagens da coluna hoje? Clique aqui.

Siga a coluna no Twitter e no Instagram para não perder nada.

Mais lidas
Siga as redes do Guilherme Amado
Últimas da coluna