Com Bruna Lima, Edoardo Ghirotto, Eduardo Barretto e Paulo Cappelli

Pré-candidato, Onyx Lorenzoni tem empresa que deve R$ 822 mil à União

Ministro do Trabalho, Onyx Lorenzoni concorrerá ao governo gaúcho pelo partido de Bolsonaro; ministério cita "dificuldades" nos anos 1990

atualizado 30/12/2021 10:03

Foto: Rafaela Felicciano/Metrópoles

O ministro do Trabalho e pré-candidato ao governo do Rio Grande do Sul, Onyx Lorenzoni, é dono de uma empresa que deve R$ 822 mil à União. As dívidas se arrastam desde o início de 2019, quando Lorenzoni era ministro da Casa Civil de Jair Bolsonaro.

Segundo dados da Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional, a Agropet Menino Deus, um pet shop em Porto Alegre, tem nove débitos tributários com a União por falta de pagamento de tributos federais. Lorenzoni é o único dono e sócio da companhia.

À frente do quarto ministério no governo Bolsonaro, Lorenzoni concorrerá ao governo gaúcho em 2022. A disputa será pelo PL, novo partido de Jair Bolsonaro. Nesta semana, uma pesquisa do Instituto Atlas mostrou Lorenzoni empatado com o deputado estadual petista Edegar Pretto.

Procurado, o Ministério do Trabalho atribuiu as dívidas do ministro a “dificuldades” dos anos 1990, e afirmou que há dúvidas quanto ao valor registrado pelo Ministério da Economia.

“Como muitas das pequenas empresas do Brasil, a empresa citada também teve suas dificuldades no início dos anos 90. Tudo foi declarado ao fisco e a pendência está sendo tratada administrativamente e judicialmente, conforme certidão anexa de novembro de 2021, inclusive por existirem dúvidas quanto à exatidão do valor”, declarou a pasta.

0

Já leu todas as notas e reportagens da coluna hoje? Clique aqui.

Siga a coluna no Twitter e no Instagram para não perder nada.

Mais lidas
Siga as redes do Guilherme Amado
Últimas da coluna