Com Bruna Lima, Eduardo Barretto e Naomi Matsui

Ataques de Bolsonaro à liberdade de expressão em debate na ONU

Evento da OAB e Comissão Arns terá Paulo Coelho, Felipe Neto e Patrícia Campos Mello

atualizado 06/07/2021 22:24

Presidente Jair Bolsonaro faz gesto de banana para imprensaMyke Sena/Especial para o Metropoles

Os ataques de Bolsonaro a jornalistas serão tema de evento paralelo na 47ª Sessão no Conselho de Direitos Humanos da ONU. Nesta semana, o presidente entrou para a lista de chefes de Estado considerados “predadores da liberdade de imprensa”, feita pela organização Repórteres Sem Fronteiras. Bolsonaro aparece ao lado de líderes como Daniel Ortega, presidente da Nicarágua, e Kim Jong-un.

O evento “A Erosão da Liberdade de Expressão no Brasil”, que ocorre nesta quinta-feira, contará com a presença de duas figuras que são alvos das milícias digitais bolsonaristas, Felipe Neto e a jornalista Patrícia Campos Mello, o escritor e embaixador da paz da ONU, Paulo Coelho, e Pierpaolo Cruz Bottini, coordenador do Observatório da Liberdade de Imprensa da OAB Nacional.

Na última sexta-feira (02/07), a OAB e a Comissão de Defesa dos Direitos Humanos Dom Paulo Evaristo Arns denunciaram os ataques do presidente Bolsonaro e de seus apoiadores à liberdade de expressão. As entidades, que são organizadoras do evento, alertaram a comunidade internacional sobre intimidações do governo a jornalistas e as tentativas de criminalização de opositores políticos.

Felipe Santa Cruz, presidente da OAB Nacional, e José Carlos Dias, ex-ministro da Justiça do governo de Fernando Henrique Cardoso, também irão participar do evento que será transmitido às 10h no YouTube da OAB Nacional. A mediação será feita pela jornalista Laura Greenhalgh, diretora-executiva e membro fundadora da Comissão Arns.

Siga as redes do Guilherme Amado
Últimas da coluna