Com Bruna Lima, Edoardo Ghirotto, Eduardo Barretto e Lucas Marchesini

Liv Up usará aporte de R$ 230 mi para expandir mercados para 4 cidades

Liv Up aplicará aportes obtidos em rodada de investimentos para abrir mercados digitais em Belo Horizonte, Brasília, Campinas e Curitiba

atualizado 23/11/2021 9:34

Cesta com diversos produtos alimentícios da Liv UpLiv Up/Divulgação

A foodtech Liv Up definiu que os aportes de R$ 230 milhões que recebeu em sua última rodada de investimentos serão usados para abrir mercados digitais em Belo Horizonte, Brasília, Campinas e Curitiba. A quantia será direcionada para a ampliar a infraestrutura e a equipe que trabalhará nessas praças.

A Liv Up tem como carro-chefe a venda de refeições congeladas, mas apostou na abertura do mercado digital em São Paulo na pandemia. No fim de setembro, a empresa anunciou a inauguração da modalidade no Rio de Janeiro, o que levou ao aumento de 50% da força de trabalho alocada na cidade.

A implementação dos mercados nas quatro cidades deverá ser concluída até a metade de 2022. Elas foram escolhidas por serem praças onde a operação dos serviços é mais simples do ponto de vista logístico. Outras localidades nas regiões Sul e Nordeste ganharão mercados a partir do fim do ano que vem.

A empresa acredita que as mudanças de hábitos provocadas pela pandemia de Covid-19 turbinarão as vendas de verduras e legumes orgânicos. Além disso, as cidades que ganharem mercados digitais contarão com opções de delivery de saladas, pokes e pizzas.

Mais lidas
Siga as redes do Guilherme Amado
Últimas da coluna