metropoles.com

Justiça condena gigante cripto Binance por impedir saques de clientes

O Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP) condenou a Binance por impedir que um cliente sacasse o dinheiro que havia depositado em sua conta

atualizado

Compartilhar notícia

Divulgação
Binance
1 de 1 Binance - Foto: Divulgação

O Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP) condenou a Binance, corretora de criptomoedas líder mundial e no Brasil, por impedir que um cliente sacasse o dinheiro que havia depositado na própria conta. Em setembro, o tribunal ordenou a liberação de R$ 75 mil, além do pagamento de R$ 10 mil por danos morais.

Em junho do ano passado, um profissional liberal acionou o TJSP contra a B Fintech, braço da corretora no país. Alegou que sofria com dores abdominais agudas e precisava fazer exames médicos. Quando foi sacar o dinheiro na conta, não conseguiu. Ele tentou sacar US$ 14,8 mil, ou R$ 75 mil, mas a corretora respondia apenas lamentar o transtorno.

“Os valores são essenciais à sobrevivência, com dignidade, do requerente. A reparação por danos morais deve servir para compensar a vítima e, também, punir o ofensor, de modo que condutas semelhantes não tornem a ocorrer”, escreveu o juiz Rafael Almeida Moreira de Souza, do TJSP, em setembro.

No processo, a Binance alegou que suspendeu o saque por Pix e Ted após o fim da parceria com uma empresa que fazia esse serviço. A ruptura aconteceu depois que o Banco Central exigiu da corretora novos procedimentos de prevenção a crimes, ante o risco de lavagem de dinheiro em corretoras cripto.

Em dezembro de 2021, o TJSP já havia o acesso de um investidor à própria conta na Binance. A empresa defendeu que o bloqueio era uma medida de segurança em resposta a um ataque hacker, mas a restrição permaneceu por meses. A juíza Fernanda Soares Fialdino fixou uma multa diária de R$ 20 mil à firma.

(Atualização, às 15h25 de 17/1/2022: A assessoria de imprensa da Binance enviou nota em que afirma que “a proteção e segurança dos usuários são prioridades para a empresa”, que “não realiza quaisquer ações em contas que não sejam devidamente embasadas nos termos e condições, contratos e políticas vigentes e aceitos por todos os usuários”. Continua a nota: “A Binance destaca que, desde 24 de julho de 2022, tem um um novo parceiro mais alinhado com seus valores e com os usuários brasileiros. Antes mesmo da integração completa da Latam Gateway, a exchange sempre ofereceu diversas soluções para depósitos e saques via sistema P2P, PIX, transferências bancárias e cartão. A nova parceira anunciada em junho permitiu que a Binance passasse a oferecer uma solução melhor para os clientes enquanto conduz o processo de aquisição da corretora local Simpaul”.)

Compartilhar notícia

Quais assuntos você deseja receber?

sino

Parece que seu browser não está permitindo notificações. Siga os passos a baixo para habilitá-las:

1.

sino

Mais opções no Google Chrome

2.

sino

Configurações

3.

Configurações do site

4.

sino

Notificações

5.

sino

Os sites podem pedir para enviar notificações

metropoles.comGuilherme Amado

Você quer ficar por dentro da coluna Guilherme Amado e receber notificações em tempo real?