Com Bruna Lima, Eduardo Barretto e Naomi Matsui

Junho registra menor patamar em dez anos de ações de despejo em SP

A baixa pode ser justificada por um avanço das negociações diretas entre proprietários e inquilinos

atualizado 21/07/2021 13:41

Agência Brasil

São Paulo registrou o menor número de ações de despejo por falta de pagamento de aluguel em junho, em mais de uma década, na comparação dos últimos 10 junhos. Foram 989 ações, segundo levantamento da Associação das Administradoras de Bens Imóveis e Condomínios do Estado de São Paulo (AABIC).

Nenhum outro mês de junho havia ficado abaixo de mil ações desse tipo em levantamento.

A baixa é justificada, segundo a associação, por um cenário de redução na taxa de inadimplência dos aluguéis de imóveis residenciais e comerciais na cidade. Houve, ainda de acordo com o a AABIC, um avanço das negociações diretas entre proprietários e inquilinos para chegar a acordos que evitem o despejo.

Siga as redes do Guilherme Amado
Últimas da coluna