Com Bruna Lima, Edoardo Ghirotto, Eduardo Barretto e Lucas Marchesini

Investigada por racismo, Bia Kicis será condecorada pelo MP Militar

Deputada bolsonarista é alvo de três inquéritos no STF; inquérito por racismo foi aberto nesta quarta-feira (17/11)

atualizado 18/11/2021 15:54

Bia KicisAgência Câmara

Alvo de um inquérito no STF por racismo, a deputada bolsonarista Bia Kicis, do PSL do Distrito Federal, será homenageada pelo Ministério Público Militar (MPM). Na próxima quarta-feira (24/11), Kicis receberá a honraria ao lado de outro deputado bolsonarista, Capitão Derrite. Nesta quarta-feira (17/11), Kicis tornou-se alvo de um inquérito por racismo a pedido da PGR, seu terceiro no Supremo.

A Ordem do Mérito MPM condecora autoridades que prestaram “atividades relevantes em prol do país e da instituição”. Os únicos deputados agraciados serão Kicis e Derrite. O procurador-geral da República, Augusto Aras, e o ministro da Controladoria-Geral da União, Wagner Rosário, também receberão a medalha.

Em junho, Kicis afirmou nas redes sociais que o comandante da Aeronáutica, Carlos de Almeida Baptista Junior, teria votado na parlamentar e elogiado sua atuação. Os dois trocam curtidas no Twitter.

Além de ser alvo de três inquéritos no STF, Kicis foi criticada por xingar ministros do Supremo e compartilhar fake news contra a pandemia, buscando enfraquecer medidas de cuidados sanitários.

Já leu todas as notas e reportagens da coluna hoje? Clique aqui.

Siga a coluna no Twitter e no Instagram para não perder nada.

Mais lidas
Siga as redes do Guilherme Amado
Últimas da coluna