Com Bruna Lima, Edoardo Ghirotto, Eduardo Barretto e Naomi Matsui

História de PM condenado por estupro de crianças vira livro

"O coronel que raptava infâncias" sai em agosto pela Íntrinseca

atualizado 29/07/2021 18:03

Reprodução

Um senhor para numa lanchonete com seu carro na zona norte do Rio de Janeiro. A seu lado, uma criança de dois anos, nua. Após o flagra pela polícia, feito em 2016, descobre-se que ele é o coronel reformado da PM Pedro Chavarry e que, por trás, há mais do que um caso isolado de abuso de menores.

Em “O coronel que raptava infâncias”, o repórter Matheus de Moura mergulha da história de Chavarry, condenado por estupro de vulnerável e por corrupção, após tentar subornar os policiais que o aboradaram.

No livro, o jornalista mostra a trajetória de Chavarry desde a década de 1980, incluindo a construção da reputação de contribuições à assistência social de famílias vulneráveis até as acusações de integrar uma rede de pedofilia.

Sai em agosto, pela Intrínseca.

Siga as redes do Guilherme Amado
Últimas da coluna