Com Bruna Lima, Edoardo Ghirotto, Eduardo Barretto e Naomi Matsui

Governo quer reduzir benefícios fiscais para o Audiovisual

Conselho Superior de Cinema discutirá em sua próxima reunião o projeto para baixar incentivos para o setor

atualizado 25/09/2021 17:50

Reprodução

O Conselho Superior de Cinema, ligado ao Ministério do Turismo e comandado por Mário Frias, discutirá em sua próxima reunião o projeto do governo para reduzir incentivos fiscais para o audiovisual.

O encontro está marcado para 21 de outubro.

O projeto, enviado para o Congresso neste mês, acaba, entre outras coisas, com a renovação de benefícios como a redução do imposto de renda de quantias aplicadas em fundos de financiamento da indústria nacional.

O projeto é visto com maus olhos pelo setor audiovisual, inclusive entre direitistas, como o diretor Josias Teófilo.

Mesmo integrantes do Conselho admitem a possibilidade de, após análise, o grupo sugerir que o governo mantenha a isenção da Contribuição para o Desenvolvimento da Indústria Cinematográfica Nacional (Condecine) para programadoras estrangeiras que investirem em coproduções brasileiras de pequeno e médio porte.

Já leu todas as notas e reportagens da coluna hoje? Clique aqui.

Siga as redes do Guilherme Amado
Últimas da coluna