Com Bruna Lima, Edoardo Ghirotto, Eduardo Barretto e Paulo Cappelli

Deputados evangélicos rezam por Daniel Silveira, mas poupam Supremo

Mesmo rezando pelo deputado, parlamentares evangélicos não teceram comentário sobre decisão do STF

atualizado 30/03/2022 12:56

O deputado federal pelo Rio de Janeiro, Daniel Silviera, fala no Plenário da Câmara dos Deputados. Ele passou a noite na casa na tentativa de não precisar colocar tornozeleira eletrônica a mando do ministro do STF, Alexandre de Moraes - MetrópolesIgo Estrela/Metrópoles

Os deputados evangélicos que rezaram na manhã desta quarta-feira pelo colega Daniel Silveira, do União Brasil do RJ, preferiram não afrontar o STF.

De acordo com Sóstenes Cavalcante, do PL do RJ, presidente da Frente Evangélica, o grupo não entrou no mérito da decisão que mandou Silveira recolocar a tornozeleira eletrônica.

“Com o Daniel, apenas prestamos apoio espiritual. Ele nos disse que sente que o que está acontecendo também tem um peso espiritual e agradeceu as orações, também nos contou que sua mãe é evangélica. Não entramos no mérito das decisões judiciais”, disse.

Daniel Silveira está dormindo na Câmara para tentar resistir à determinação de Alexandre de Moraes. O objetivo do deputado é forçar a Casa a derrubar a decisão do ministro.

Já leu todas as notas e reportagens da coluna hoje? Clique aqui.

Siga a coluna no Twitter e no Instagram para não perder nada.

Mais lidas
Siga as redes do Guilherme Amado
Últimas da coluna