Com Bruna Lima, Edoardo Ghirotto, Eduardo Barretto e Paulo Cappelli

Cresce migração de enfermeiros brasileiros para os Estados Unidos

Com especialização, salário pode ser 19 vezes maior; após derrubada do piso da enfermagem, empresa espera receber mais pedidos de migração

atualizado 30/09/2022 23:45

Grupo vestido de branco posa para foto Fotos: Hugo Barreto/Metrópoles

A procura de enfermeiros brasileiros pela migração para os Estados Unidos disparou 30% neste ano, com o arrefecimento da pandemia, em comparação ao período pré-pandemia. Com uma especialização, os enfermeiros brasileiros podem obter um salário até 19 vezes maior trabalhando como enfermeiros anestesistas naquele país.

Os dados são da D4U Immigration, escritório de assessoria imigratória. Nos Estados Unidos, o salário médio mensal de um enfermeiro anestesista pode chegar a US$ 17 mil dólares por mês, que hoje equivale a R$ 92 mil.

A empresa espera receber ainda mais consultas de migração por parte de enfermeiros nos próximos dias. Isso porque no último dia 16 o Supremo derrubou o piso nacional da enfermagem, que havia sido aprovado pelo Congresso. Segundo o STF, a medida que garantiria um pagamento mínimo de R$ 4,7 mil a enfermeiros foi aprovada sem uma fonte clara de recursos.

Mais lidas
Siga as redes do Guilherme Amado
Últimas da coluna