metropoles.com

Centrão ainda ameaça reverter extinção da Funasa

Congresso ameaça surpresas para o governo, como retirar trecho de MP que permitiu extinção da Funasa

atualizado

Compartilhar notícia

Suest-RR/Funasa
Imagem mostra Sede da Funasa em Roraima - Metrópoles
1 de 1 Imagem mostra Sede da Funasa em Roraima - Metrópoles - Foto: Suest-RR/Funasa

Além de provavelmente não conseguir reverter nenhuma das derrotas que sofreu na tramitação da Medida Provisória (MP) da Esplanada, o governo ainda tem mais uma ameaça para contornar nesta semana.

Na cúpula da Câmara dos Deputados, o que se discute é retirar da MP da Esplanada, aprovada em comissão mista na semana passada, a autorização para a extinção da Fundação Nacional de Saúde (Funasa).

A Funasa foi extinta em uma MP separada, mas ambas precisariam ser votadas até o dia 1º de junho, quinta-feira.

Para simplificar o processo, o relator da MP da Esplanada, deputado do MDB Isnaldo Bulhões, inseriu no texto aprovado em comissão autorização para que o Poder Executivo acabe com a Funasa, o que permite que se deixe a MP da Funasa caducar.

O problema é que, se essa previsão for retirada do texto, não haverá tempo hábil para aprovar a outra MP, e talvez nem de alterar novamente o texto no Senado, por onde a medida provisória precisa passar depois.

Líderes do Centrão debatem a possibilidade de votar a MP da Esplanada na Câmara na quinta-feira, em cima da hora, o que forçaria o Senado a aceitar a formulação do texto, mesmo se houver surpresas. Caso contrário, cairia toda a estrutura dos ministérios do governo Lula.

Os líderes ainda não se reuniram para definir a estratégia da votação da MP da Esplanada na Câmara, mas o clima está péssimo. O presidente da Câmara, Arthur Lira, tem esbanjado mau humor com o Poder Executivo nos últimos dias.

As reclamações são as de sempre: promessas não cumpridas de verbas para bases eleitorais e uma lista de nomes indicados para cargos no governo federal emperrada no Palácio do Planalto, aguardando nomeações.

Compartilhar notícia

Quais assuntos você deseja receber?

sino

Parece que seu browser não está permitindo notificações. Siga os passos a baixo para habilitá-las:

1.

sino

Mais opções no Google Chrome

2.

sino

Configurações

3.

Configurações do site

4.

sino

Notificações

5.

sino

Os sites podem pedir para enviar notificações

metropoles.comGuilherme Amado

Você quer ficar por dentro da coluna Guilherme Amado e receber notificações em tempo real?

Notificações