Com Bruna Lima, Edoardo Ghirotto, Eduardo Barretto e Lucas Marchesini

Brasileiros aceitam mais a vacina do que vizinhos sul-americanos

Aceitação da vacina no Brasil é maior do que no Chile, Peru, Argentina e Colômbia

atualizado 15/10/2021 21:11

Uma mão com uma seringa tirando o líquido da vacina de um recipienteRafaela Felicciano/Metrópoles

Os brasileiros têm maior aceitação à vacina da Covid do que Argentina, Chile, Peru e Colômbia, apontou uma pesquisa. 5% dos brasileiros entrevistados responderam que não tomarão o imunizante ou têm dúvidas sobre a vacina. Nos outros quatro países da América Latina alvos do estudo, a rejeição vai de 13% a 19%.

Os dados constam de uma pesquisa do Boston Consulting Group, que ouviu 1,5 mil brasileiros e 2,4 mil argentinos, chilenos, colombianos e peruanos, de 18 a 22 de junho deste ano.

Medida em 5% no Brasil, a rejeição à vacina é consideravelmente maior no Chile, com 19%. Em seguida estão Colômbia e Argentina, empatadas com 17%, e o Peru, com 13%.

Já leu todas as notas e reportagens da coluna hoje? Clique aqui.

Mais lidas
Siga as redes do Guilherme Amado
Últimas da coluna