Com Bruna Lima, Edoardo Ghirotto, Eduardo Barretto e Paulo Cappelli

Aras deve dar recado a Alexandre ao arquivar ação de Bolsonaro

Na decisão de arquivamento, Augusto Aras deve registrar expedientes questionáveis de inquérito relatado pelo ministro Alexandre de Moraes

atualizado 21/05/2022 8:55

Procurador-geral da República, Augusto ArasMichael Melo/Metrópoles

O procurador-geral da República, Augusto Aras, deve dar uma cutucada no ministro Alexandre de Moraes, do STF, na próxima semana. A expectativa no entorno de Aras é que o recado venha junto do provável arquivamento da representação que Jair Bolsonaro apresentou contra Moraes na quarta-feira (18/5).

Segundo interlocutores do PGR, Aras deve registrar na decisão de arquivamento que o Inquérito das Fake News tem expedientes questionáveis. Uma crítica é a dificuldade que as defesas dos investigados e a própria PGR dizem ter para acessar o processo, que tramita no gabinete de Moraes. O documento deve ser assinado pela vice-PGR, Lindôra Araújo.

A nova investida de Bolsonaro contra o ministro, agora na PGR, aconteceu na quarta-feira (18/5). Nesse dia, o ministro Dias Toffoli, do STF, havia rejeitado uma ação do presidente no tribunal contra Moraes.

0

Já leu todas as notas e reportagens da coluna hoje? Clique aqui.

Siga a coluna no Twitter e no Instagram para não perder nada.

Mais lidas
Siga as redes do Guilherme Amado
Últimas da coluna