Com Bruna Lima, Edoardo Ghirotto, Eduardo Barretto e Paulo Cappelli

Alvaro Dias: Podemos não influirá em ida de Moro para União Brasil

Senador que articulou filiação de Moro desde 2019 tem se mostrado mais receptivo a uma troca de partido do ex-juiz

atualizado 20/01/2022 22:59

Senador Alvaro Dis, líder do Podemos no SenadoMICHAEL MELO/METRÓPOLES

O senador Alvaro Dias, do Podemos do Paraná, tem se mostrado mais receptivo a uma saída de Sergio Moro para o União Brasil. Dias disse nesta quinta-feira (20/1) que a decisão cabe só a Moro, e que o Podemos não deve influenciá-la.

“Cabe ao Moro responder, sem se preocupar conosco. Você tem de se identificar com o partido, é uma opção pessoal. Nós não devemos influir. Qualquer opinião nossa fica fora do que é correto”, afirmou Alvaro Dias.

Até então, Dias, uma das lideranças do Podemos, vinha dizendo que era “impróprio” discutir a saída de Moro da sigla, com apenas dois meses de filiação do ex-juiz.

O senador concorreu ao Planalto pelo Podemos na última eleição e articulou pessoalmente a entrada de Moro na legenda, desde que Moro era ministro de Jair Bolsonaro. Depois da filiação de Moro, a chegada de Deltan Dallagnol, ex-chefe da força-tarefa da Lava Jato, reforçou a intenção da legenda em surfar no discurso anticorrupção.

Questionado sobre as perdas que teria caso Moro fizesse uma passagem relâmpago pelo Podemos, Dias desconversou: “Eu não quero que ele se preocupe comigo, com ganhos ou perdas”.

Publicidade do parceiro Metrópoles
0

Já leu todas as notas e reportagens da coluna hoje? Clique aqui.

Siga a coluna no Twitter e no Instagram para não perder nada.

Mais lidas
Siga as redes do Guilherme Amado
Últimas da coluna